Busca

pet shopsO mercado pet vem crescendo muito nos últimos tempos?

Sim, uma estimativa de um crescimento mais de 10% acima do crescimento da economia como um todo para 2012.

 

Por que você acha que isso está ocorrendo?

Com a melhora da economia, o dinheiro pode ser direcionado para questões como o bem- estar dos animais de estimação e, claro, com a mudança das características da sociedade brasileira, que hoje apresenta em mais de 54% dos lares algum animal de estimação, sem contar que o número de pessoas solteiras e casais sem filhos que possuem animais cresceu muito nos últimos anos também, reflexo da vida dos tempos modernos.

 

A tendência é crescer ainda mais?

Sim, hoje o Brasil já ocupa o segundo lugar em mercado no cenário pet mundial, perdendo apenas para os Estados Unidos.

 

Em que os donos de animais investem mais hoje em dia?

Higiene e estética, Alimentos e Medicamentos são os campeões de venda.

 

Esse crescimento é benéfico para o setor tanto no ramo médico como no estético?

Sim, claro. Porém, se esse crescimento quantitativo não vier acompanhado de programas de qualificação profissional, orientação visando a gestão efetiva desses estabelecimentos e também com uma fiscalização de cunho educador mais do que punidor, teremos um crescimento cada vez mais desordenado, em que cenas como animais morrendo em pet shops, empresários falindo porque sequer sabem fazer formação de seus preços e ainda equipes completamente sem perfil de atendimento ao consumidor na linha de frente de clínicas e de pet shopstrarão consequências muito graves ao mercado.

 

O que há de novo?

Com o crescimento do mercado pet, o consumidor passa a dispor de novos medicamentos, produtos e serviços para atender a enfermidades que passam a aumentar, por exemplo, com o aumento da expectativa média de vida dos animais. Eles passaram a ter um aumento da incidência de doenças da terceira idade, como problemas renais e cardiológicos, a diminuição do ritmo do metabolismo como um todo. Hoje temos serviços especializados de fisioterapia, oncologia, endocrinologia e de geriatria animal, tudo visando oferecer o bem-estar para essa fase tão delicada em que eles mais precisam de nossa atenção, cuidado e afeto.

Existe ainda uma maior oferta de produtos que garantam o bem-estar comportamental, como brinquedos educativos para animais, serviços como dog walker que estimulam a perda de peso e o aumento das atividades físicas, reduzindo o stress, produtos de higiene e estética com ingredientes naturais, o fortalecimento de novas especialidades alternativas, como homeopatia, florais de Bach e acupuntura, e ainda serviços especializados como cemitérios pet, centros de estética e resorts de luxo para animais.

 

 

Sergio Lobato é Médico Veterinário, consultor e palestrante em Gestão da Inovação e Marketing em Medicina Veterinária. CRMV 4476. www.sergiolobatopetmarketing.blogspot.com



Receba nossas notícias

Nome
Email


Quem somos|Publicidade|Fale Conosco