Busca

Plano de saúde animalQuem tem um animal de estimação está automaticamente sujeito a ter despesas com o veterinário. Porém, quando o animal desenvolve alguma doença crônica, essas despesas certamente aumentam. Vendo essa possibilidade de mercado, surgiram os planos de saúde animal, que agora se tornaram a mais nova tendência no Brasil.

Cuidar de um animal de estimação exige muito mais de um dono do que se imagina. Além da atenção especial que o animal exige para não entrar em depressão ou desenvolver outras doenças, a prevenção clínica também é muito importante. Quando o animal fica doente, o cuidado com ele praticamente duplica, e os gastos com veterinário e medicamentos podem muitas vezes estourar o orçamento.

“Hoje em dia, os animais de companhia passaram a ocupar um espaço maior na vida das famílias. Muitos pets já não são considerados apenas grandes companheiros: eles estão cada vez mais vivendo dentro do seio familiar, promovidos a verdadeiros membros da família, com direito a regalias, muito carinho, cuidado e atenção. E, justamente por causa disso, os bichos de estimação estão vivendo mais tempo, o que aumenta a possibilidade de apresentarem doenças associadas à idade, tais como artroses, cardiopatias, síndromes, displasias e até sérios problemas comportamentais, que podem, muitas vezes, depender de tratamentos para o resto da vida e com custos elevados”, explica Ana Luiza Coelho Ziller, diretora de relacionamento da Dog Life Plano de Saúde Animal, uma empresa de planos de saúde animal localizada em Belo Horizonte/MG.

A solução para isso é aderir ao plano médico animal, um novo serviço oferecido pelo mercado de pets. Pode parecer estranho o fato de um cachorro ou um gato serem assegurados por um plano de saúde, mas essa, na maioria das vezes, é a melhor opção. Além da praticidade, os planos de saúde proporcionam para bichos um excelente atendimento veterinário visando sempre a saúde do animal. “Nos dias de hoje, ter um plano de saúde para seu animal está se tornando essencial para aqueles que querem ter uma vida longa, feliz e proveitosa ao lado de seus fiéis companheiros”, explica Ana Luiza.
Em países como Estados Unidos, os planos de saúde para animais já existem há vários anos. Algumas empresas pagam planos de saúde para seus funcionários e dependentes, e nessa categoria estão incluídos até os animais de estimação da família.

No Brasil os planos médicos para os pets são em sua maioria oferecidos pelas próprias clínicas veterinárias. Alguns são bem simples, porém outros, mais sofisticados, cobrem vários tipos de serviços, como nos planos de saúde para pessoas, incluindo carteirinha com dependentes, consultas, internação hospitalar, exames de laboratório, tratamentos estéticos e até acupuntura. Os preços dos planos de saúde variam de acordo com o tipo de cobertura que os proprietários dos animais vão escolher. Um plano básico dá direito a consultas, vacinação anual, atendimento de emergência 24h e serviço de funeral. Para serviços de adestramento, hospedagem, banho, tosa e transporte (“taxidog”), o dono tem direito a descontos. Os outros tipos de planos, um pouco mais caros, cobrem, além de todos esses serviços, exames laboratoriais, cirurgias, raio X, internações, etc.

A idade do animal não influencia no valor (assim como acontece nos planos de saúde humana), mas animais acima de 8 anos, no entanto, têm uma cobertura especial, de valor anual, que lhes dará direito a descontos em todos os serviços, mas não à cobertura total. Em alguns casos pode haver carência para usar o plano de saúde, porém o tempo não ultrapassa os 30 dias.

As vantagens de se ter um plano de saúde são inúmeras, dentre elas a garantia de que o animal tem à sua disposição alguns serviços especializados, como odontologia, ortopedia, oftalmologia e outros, a um preço bastante acessível. E para manter a saúde do cão ou gato, é importante o acompanhamento do veterinário e vacinação anuais, exames de fezes periódicos e check-ups a partir de 6 anos de idade.

“Cada fase da vida do seu animal de estimação pode apresentar problemas de saúde e preocupações diferentes. Filhotes necessitam de vacinação e acompanhamento em seu crescimento, cães adultos necessitam de cuidados preventivos e cães idosos podem enfrentar uma série de problemas relacionados com a idade, como cardiopatias e tumores. Assim não existe idade ou caso específico mais indicado para fazer um plano de saúde. Todo e qualquer animal necessita de cuidados. Além disso, um plano de saúde animal permite consultas e exames de rotina a qualquer tempo e funciona também como um seguro-saúde, que nunca saberemos quando precisaremos usá-lo, mas com certeza será uma garantia a mais de tranquilidade para o cliente a qualquer inesperado que possa ocorrer”, explica.

O plano de saúde animal é ideal para quem possui animais que sempre estão com enfermidades ou em uma idade mais avançada. É sempre importante cuidar da saúde do animal, para que nem ele nem o dono sofram com alguma eventualidade. Procurar um plano que não comprometa a renda familiar é oferecer mais saúde ao animal.
“A facilidade de oferecer tratamento médico adequado ao seu pet por meio de um plano de saúde animal é uma tranquilidade a mais que todo proprietário de qualquer bichinho de estimação deseja ter na hora que mais necessita”, finaliza Ana Luiza.

 

 

Ana Luiza Coelho Ziller é diretora de relacionamento da Dog Life Plano de Saúde Animal, uma empresa de planos de saúde animal localizada em Belo Horizonte/MG.



Receba nossas notícias

Nome
Email


Quem somos|Publicidade|Fale Conosco