Busca

alt

Gatos são animais muito higiênicos e, nas histórias em quadrinhos, normalmente não gostam de tomar banho. Mas você sabia que o gato, de fato, não precisa tomar banho nunca?

É o que diz a veterinária Laila Massad Ribas. Ela explica que os gatos fazem a higiene diária através da lambedura e que, se for ver pela necessidade, eles não precisariam tomar banho nunca, a não ser que tenha indicação terapêutica. "É claro que se o proprietário quiser dar banho no gato até pode, uma vez ao mês", diz ela.

Uma questão fundamental quando o assunto é a higiene dos gatos é a higiene da areia da caixinha dos gatos. A veterinária explica que os dejetos devem ser removidos todos os dias e que a areia deve ser trocada uma vez por semana.

Higiene dos olhos

Os gatos fazem a higiene dos olhos, mas é preciso remover as pequenas secreções produzidas durante o sono. Para isso, a veterinária aconselha que o dono coloque o animal em uma superfície alta e segura, como uma mesa ou uma máquina de lavar, por exemplo, e, se for preciso, ele pode enrolar o felino em uma toalha para facilitar a contenção. Isso também evita arranhões e deixa o gato mais seguro. Outra dica, se estiver sozinho, é colocá-lo em um banquinho estreito, para que o gato não ande para trás.

"Na hora de higienizar os olhos, usar apenas algodão embebido em água filtrada. Evite o uso de água boricada (ácido bórico) e sempre faça movimentos delicados e de dentro pra fora dos olhos", diz ela.

Os olhos dos gatos são delicados e a limpeza excessiva e sem necessidade pode causar irritação das mucosas ou da esclera (parte branca dos olhos).

A veterinária chama atenção para o fato de que os gatos mais velhos podem produzir mais secreção ocular espessa, quando apresenta ceratoconjuntivite seca, o chamado "olho seco". Nesses casos o gatinho precisa passar por avaliação veterinária.

Higiene das orelhas

Já as orelhas dos gatos devem ser limpas a cada duas semanas com hastes flexíveis de algodão e produtos indicados para esse fim. Os gatos idosos devem ter suas orelhas limpas com mais frequência, já que seu sistema imunológico não atua como nos mais jovens.

A veterinária explica que a limpeza deve ser realizada com delicadeza. "A haste pode ser introduzida dentro do conduto auditivo sem problemas, pois o tímpano dos gatos fica em uma posição difícil de ser alcançada", diz ela.

Vale salientar que a limpeza excessiva pode remover a secreção natural das orelhas que protege o animal contra infecções fúngicas e bacterianas, por isso, atenção. O uso de água para limpar também pode predispor a essas complicações, uma vez que a orelha fica úmida.

Higiene oral

Muita gente não sabe, mas os dentes do seu bichinho de estimação devem ser escovados todo dia ou a cada dois dias, com escova infantil e, muito importante, sem pasta. "Existe também escova e pasta própria para os gatos, caso os donos prefiram", explica Laila.

Unhas

Para cortar a unha dos gatos, é preciso que ele não tenha acesso à rua, já que as suas garras o ajudam a subir em árvores em alguma situação de perigo, por exemplo.

A veterinária explica que as unhas do gato devem ser cortadas além da linha rosa, que indica o vaso que passa dentro da unha. "Se o corte ultrapassar a linha rosada, irá ocorrer sangramento e o gatinho sentirá dor, por isso é preciso atenção com o limite de corte. Caso isso aconteça, faça pressão contra a unha com um algodão ou gaze por alguns minutos. Se não cessar o sangramento, leve o gatinho ao veterinário."

O ideal é que as unhas das patas da frente sejam cortadas mensalmente, já as unhas das patas traseiras podem ser cortadas a cada dois meses.

 

Um conselho importante da veterinária é que o dono não deve realizar nenhuma dessas atividades caso não se sinta seguro. "Peça a um veterinário durante a consulta uma demonstração de como proceder. Na dúvida deixe isso para um profissional", finaliza ela.

 

Dra. Laila Massad Ribas é médica veterinária especialista em felinos. Mestrado e doutorado pela faculdade de medicina da USP. Atualmente faz especialização em medicina felina pela Anclivepa-SP. É autora do www.portalmedicinafelina.com.br.



blog comments powered by Disqus

Mais acessadas do mês

Filhote do mês

Prev Next
Mel
Ted
Phiona

Quer ver seu pet aqui? envie uma foto com a historia dele para filhotedomes@idmed.com.br




Receba nossas notícias

Nome
Email


Quem somos|Publicidade|Fale Conosco