Busca

gatos e plantasPor que gatos gostam de mastigar plantas? 

O consumo de pequenas quantidades de plantas (principalmente algumas gramíneas e brotos) é normal entre felinos e canídeos na natureza. Não se sabe ao certo qual o real benefício que isso traz para sua saúde, mas fala-se em favorecimento da formação do bolo fecal e eliminação de restos de alimentos indigestíveis como pelos e motilidade gastrintestinal. O fato é que cães e gatos são vistos com frequência comendo grama ou outras plantas. Isso se torna preocupante apenas quando a quantidade ingerida é grande e frequente ou, pior, quando eles ingerem plantas tóxicas.

Que cuidados devem ser tomados com plantas que deixamos em casa? Que plantas podem fazer mal aos gatos?

O consumo de plantas tóxicas acaba sendo mais comum em gatos que ficam apenas dentro de casas ou apartamentos (sem acesso ao ambiente externo) e filhotes, principalmente pela "inexperiência" deles, também pela falta de opção de outras plantas não tóxicas (como gramíneas) ou associado muitas vezes ao tédio. Por isso, quem tem gatos filhotes ou que ficam apenas em ambientes internos deve ter cuidado com as plantas que possui dentro de casa, evitando plantas tóxicas para esses animais. Muitas plantas encontradas comumente em vasos e jardins são tóxicas, como amarílis, lírio, comigo-ninguém-pode, mamona, tulipas e azaleias, etc.


Quais são os sintomas de envenenamento por ingestão de plantas impróprias?

Os sinais de envenenamento por plantas tóxicas são variados e inespecíficos, sendo facilmente confundidos com outros problemas. Dentre os sinais clínicos mais comumente observados, podemos citar os transtornos digestivos (vômito, diarreia, sangramentos da mucosa, náusea, salivação, úlceras), alterações respiratórias, alterações cardíacas e circulatórias, reações alérgicas cutâneas, sinais neurológicos (alterações do estado de consciência, tremores, salivação, dilatação de pupila, dificuldades de locomoção, convulsões) e, em casos mais graves, coma e morte.

 

O que é a catnip?

É uma erva aromática, conhecida como "erva do gato", que atrai os felinos adultos. Serve para aumentar o interesse de gatos por brinquedos, incentivando-os a fazer exercícios físicos. Também ajuda a acalmar animais mais estressados.

 

Dra. Luciana Domingues de Oliveira é Médica-Veterinária com mestrado e doutorado na área de Nutrição de Cães e Gatos. É também Consultora Técnica e Científica da Royal Canin do Brasil.


blog comments powered by Disqus

Mais acessadas do mês

Filhote do mês

Prev Next
Mel
Ted
Phiona

Quer ver seu pet aqui? envie uma foto com a historia dele para filhotedomes@idmed.com.br




Receba nossas notícias

Nome
Email


Quem somos|Publicidade|Fale Conosco