Busca

comportamento desobediente de cãesCada cão já nasce com uma personalidade ou esta vai sendo mudada conforme ele cresce?

Sim, todo filhote já nasce com sua própria personalidade, mas ela também pode ser moldada com educação, dependendo do meio onde ele será criado. Essa "personalidade" do filhote é decorrente do que chamamos de "comportamento de matilha", uma característica adquirida na origem dos canídeos selvagens que viviam livres na natureza. O principal objetivo deste comportamento é a definição do líder da matilha e a hierarquia entre os indivíduos do mesmo grupo, estabelecendo, assim, uma ordem social a ser obedecida já que o cão é um animal extremamente sociável. Todo filhote tende a descobrir quem é o líder da matilha, que no caso será a família onde será criado. Portanto ele sempre tentará identificar qual sua posição na hierarquia da família para identificar a quem deve obedecer e o que deve ou não fazer, ficando a critério dos proprietários do cão mostrar-lhe seu "lugar" na família.

 

 

Como lidar com a desobediência do filhote? E com os filhotes que "desafiam" os donos, não obedecendo de modo algum? O que fazer com filhotes que continuam a fazer coisa errada mesmo quando os donos os repreendem?

O ato de "desobedecer" é natural no filhote, pois ele ainda não sabe sua posição social na hierarquia da família, fazendo necessário o desafio às regras estabelecidas pelo seu grupo para identificá-las e segui-las, cabendo aos proprietários educar cada filhote de acordo com seu ambiente e sua rotina. O ato de "desafiar" o dono é indicativo de que o animal não identificou seu dono como superior a ele, sendo ele (o animal), portanto, o dono do ambiente e "senhor" de todos os membros de sua família, ou seja, ele é o líder da matilha. Cabe ao proprietário mostrar e deixar bem claro para o animal a quem deve obedecer, repreendendo-o quando necessário. Quando o animal persiste na desobediência significa que ele está testando novamente a hierarquia do grupo ou o comando ensinado não foi bem esclarecido e assimilado, necessitando de maiores esclarecimentos.

 

O que pode levar à desobediência de cães?

Como já dito anteriormente, a desobediência pode ser furto de um teste na hierarquia do grupo ou comando mal interpretado. Há também a possibilidade deste tipo de comportamento ser decorrente de algum tipo de estresse como, por exemplo, se o animal for muito dependente do proprietário e este o deixa muito tempo sozinho, fazendo com que o animal venha a buscar alguma forma de chamar sua atenção para demonstrar que aquele fato o desagradou como urinar e defecar em cima de sofá e/ou cama, rasgar revistas e/ou almofadas, etc. Nestes casos faz-se necessário primeiro identificar a causa do problema para só então tentar corrigi-lo.

 

Há algum comportamento do dono que estimule a desobediência do cão?

Sim, caso o proprietário repreenda o animal e logo em seguida agradá-lo, o cão poderá confundir se o que ele fez foi certo ou errado. Deve-se, portanto, dar um intervalo entre a repreensão e o afago para que o animal compreenda o comando.

 

Cães filhotes desobedientes se tornarão necessariamente cães adultos desobedientes?

Não necessariamente, vai depender da educação que o proprietário der para o seu animal e se o treinamento foi corretamente assimilado ou não pelo mesmo.

 

O que fazer para repreender o filhote? Bater, colocar de castigo, fechá-lo em algum cômodo?

Bater é diferente de espancar. Às vezes uma simples palmada na hora certa resolve mais do que uma surra em horário inadequado, pois o animal não saberá o motivo pelo qual está apanhando. A repreensão ou castigo, para ser eficaz, deve acontecer no momento do início do comportamento indesejado, no entanto, não necessariamente deve ser uma palmada. A maioria dos cães entende bem quando você segura à pele do pescoço e sacode levemente, o que remete a um comportamento materno, levando-o à submissão. Outra alternativa é você fazer algum tipo de barulho ou jogar algum objeto não perigoso que faça barulho próximo ao animal também no início do comportamento indesejado para que este se assuste e pare de fazê-lo. Outra maneira de proceder é utilizar o aprendizado pela recompensa ou reforço positivo. O dono deve transformar o ato do comportamento desejado em um momento agradável para o animal fazendo-lhe carinhos e afagos ou oferecendo-lhe um petisco como recompensa. Na maioria das vezes demora um pouco mais para ensinar, mas em compensação promove um aprendizado mais duradouro.

 

Há algum jeito de fazer um cão adulto desobediente obedecer?

Sim, requer mais tempo, paciência e, em alguns casos, até ajuda de um profissional em adestramento de cães.

 

Por que os cães demoram tanto tempo para aprender onde fazer as necessidades? O que fazer se eles desobedecerem e não fizerem as necessidades no local destinado para este fim?

O tempo de aprendizagem varia muito de animal para animal e de acordo com a rotina a que ele é submetido. Primeiro é preciso entender que, quando o filhote é recém-nascido, ele só urina e defeca pelo estímulo mecânico da língua da mãe quando ela lambe seu genital e seu ânus ativando os reflexos da micção e da defecação. Com o passar do tempo e com o crescimento do filhote ele vai perdendo esta necessidade de estímulos mecânicos e vai aprendendo a controlar seus esfíncteres. Esse controle aparece com o tempo, como nas crianças, a diferença é que o filhote normalmente faz suas necessidades em um local onde ele encontra o cheiro de urina e fezes que, no princípio da formação dos canídeos, procurava fazê-las fora da toca. O mais importante na educação sanitária é mostrar para o filhote onde e quando ele deve fazer suas necessidades. Na nossa experiência aqui no canil, o filhote aprende mais rápido quando você o confina dentro de um cercadinho e só o retira de lá quando o mesmo fizer suas necessidades, tomando sempre o cuidado de não ensinar o filhote a defecar e/ou urinar somente quando for retirado do cercado. Deve-se ter atenção também ao horário da alimentação, pois quanto mais novo é o filhote mais próximo da alimentação ele fará suas necessidades, tomando o cuidado de quando retirá-lo, sempre fazê-lo próximo ao cercado para quando ele estiver se baixando para fazer, colocá-lo de volta para que faça dentro do cercado e, só então, retirá-lo. O tempo de aprendizagem varia de acordo com o filhote e a paciência do proprietário.

 

Adestramento é uma boa saída?

Sim, caso o proprietário não tenha tempo o suficiente nesta fase de adaptação ao novo ambiente. Vale ressaltar que não adianta o animal aprender todos os comandos de obediência com o adestrador e o proprietário não conseguir executá-los, faz-se necessário o acompanhamento do dono do cachorro durante todo o processo de aprendizagem para que também possa aprender os comandos e realizá-los com seu cão. Tão importante quanto ensinar os comandos de obediência é executá-los no momento apropriado para um relacionamento mais harmonioso e feliz com seu animal de estimação.

 

 

Dr. Luís Antônio Coutinho Costa é médico veterinário. CRMV-CE 1784


blog comments powered by Disqus

Mais acessadas do mês

Filhote do mês

Prev Next
Mel
Ted
Phiona

Quer ver seu pet aqui? envie uma foto com a historia dele para filhotedomes@idmed.com.br




Receba nossas notícias

Nome
Email


Quem somos|Publicidade|Fale Conosco