Busca

Doenças na visão do cachorroO olho é uma estrutura muito pequena e tem uma função muito importante nos animais de estimação. Por isso, quando o pet apresenta algum problema, o dono deve procurar um veterinário especializado em oftalmologia imediatamente. Caso ocorra a demora no diagnóstico, há grandes chances do bicho perder a visão. E em hipótese alguma deve-se tentar tratar o animal em casa.

O médico-veterinário Dr. João Alfredo Kleiner explica que os principais sintomas são: lacrimejamento excessivo, secreções oculares mucoides e/ou mucopurulentas, olhos vermelhos (principalmente a conjuntiva), aversão à luz forte (dificuldade de manter os olhos abertos), ou seja, fotofobia, prurido ocular e diminuição da acuidade visual, muitas vezes não reconhecendo os donos e/ou esbarrando em objetos no ambiente (móveis, cadeiras, parede).

As doenças oftalmológicas mais comuns nos pets são: ceratite, uveíte, glaucoma e catarata. O diagnóstico dessas patologias é feito por dilatação das pupilas, medição da pressão intraocular e corante para fazer contraste e detectar alguma úlcera na córnea.

A ceratite é uma doença na córnea que pode aparecer por causa de uma infecção ou uma batida e o animal sente muita dor. Existem dois tipos de ceratites, a ceratite ulcerativa (com feridas) e a ceratite não ulcerativa (sem feridas). Essa doença é muito comum em cães e gatos e o tratamento depende da causa, podendo ser tratada com anti-inflamatório ou antibiótico, por colírio ou via oral.

A uveíte é a inflamação da íris e geralmente é acompanhada de doenças no corpo do animal, como, por exemplo, a hemoparasitose, um parasita que destrói as células sanguíneas, provocando anemia ou também um tumor. Essa doença pode ser originada por uma infecção, um trauma ou por intoxicação.

O glaucoma é uma doença que provoca o aumento da pressão ocular. Essa doença em cães é muito agressiva e o tratamento deve ser feito com urgência. Quanto mais rápido for diagnosticada a doença, maiores são as chances de evitar a cegueira. O tratamento do glaucoma é feito por medicação ou cirurgia, para tentar diminuir a pressão dos olhos.

A catarata é a opacidade da lente ocular e se caracteriza pela mancha branca nos olhos, e na maioria das vezes é uma doença hereditária ou causada por diabetes e traumas. Como é considerada a doença mais grave, dentre as oftalmológicas, o único tratamento é a cirurgia para a retirada da mancha branca.

 

Tratamento e prevenção

De acordo com Dr. João Alfredo, “a Oftalmologia Veterinária é uma área extremamente especializada e que possui os mais avançados tratamentos médicos e cirúrgicos hoje em dia”. Mas o tratamento médico preventivo nunca deve ser ignorado.

“A melhor dica, na presença de qualquer alteração do aparelho visual, é procurar um Oftalmologista Veterinário especializado para o atendimento mais rápido possível, pois isso pode fazer a diferença no sucesso terapêutico e na preservação da visão.”

“Como em qualquer outra patologia, a prevenção também é muito importante. Então vale a pena um acompanhamento a cada 6 meses, visando identificar possíveis doenças oculares precocemente, ou seja, antes de causarem alterações muito graves”, finaliza.

 

 

Dr. João Alfredo Kleiner (CRMV-PR 3929) possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal do Paraná . Especialista em Oftalmologia Veterinária pela Universidade de Madison - Wisconsin (EUA) e mestre em Ciências Veterinárias pela UFPR. Membro fundador do grupo de estudos Simon Petersen-Jones em Oftalmologia Veterinária. Membro fundador da Associação Paranaense de Oftalmologia Veterinária (APOV). Fundador da VETWEB Oftalmologia Veterinária. Clinica em outros Hospitais Veterinários de referência no Brasil.



Receba nossas notícias

Nome
Email


Quem somos|Publicidade|Fale Conosco