Busca

doenças renais em gatosMuito frequentes em gatos domésticos, as doenças renais podem ser consideradas normais em grande parte dos felinos idosos. Esses animais podem sofrer de diversas lesões renais, algumas delas agudas e potencialmente reversíveis se tratadas de maneira correta. Outras são crônicas e pedem tratamentos específicos para que o resultado seja bem sucedido.

Conheça um pouco mais sobre essas doenças.

 

Insuficiência Renal Crônica (IRC)

Este é um diagnóstico que donos de gatos confrontam diariamente. Sua prevalência nessa espécie foi estimada entre 1,6% e 20%. Essa insuficiência representa uma perda progressiva e irreversível de função renal com imediata insuficiência renal terminal. O quadro de uremia é bastante uniforme em gatos, mas deve-se considerar outras causas para a IRC. A forma mais comum é a nefrite intersticial crônica. Embora mais comum em idades mais avançadas, essa doença degenerativa intrínseca idiopática ocorre em qualquer idade. Um estudo realizado mostrou que 53% dos gatos afetados apresentavam 7 anos ou mais. Em outra pesquisa, 37% dos gatos com afecções renais apresentavam menos de 10 anos de idade, 31% entre os 10 e os 15 anos, e 32% apresentavam mais de 15 anos de idade. A IRC é uma das principais causas que levam os gatos à morte.

Doenças mais comuns: Nefrite intersticial crônica idiopática, Insuficiência renal policística.

Doenças menos comuns: Amiloidose, glomerulonefrite, crescimento lento de tumores.

 

Uremia aguda

A uremia aguda resultante é clinicamente difícil de se diferenciar de uma lesão renal aguda. Um bom exemplo é demonstrado na síndrome de "big kidney-little kidney", forma emergente de IRC em gatos. Os animais afetados apresentam uma insuficiência renal aguda. Essa fase trata-se da manifestação clínica de um processo crônico que se inicia com a obstrução de um ureter. Obstruído, o fluxo urinário cessa, o rim deixa de funcionar e atrofia, até resultar em uma fibrose intersticial. Ainda assim o gato é clinicamente normal. A uremia só se desenvolve quando o ureter oposto é afetado dessa mesma maneira. A partir daí, o rim hipertrofiado compensador perde sua função de modo agudo e o gato se torna azetêmico.

 

Neoplasias

Outro grupo de doenças renais, as neoplasias são tumores que podem afetar o rim pela destruição direta do parênquima renal ou por via sistêmica por meio de hipercalcemia e calcificações secundárias. O mais frequente é o linfoma, com uma prevalência de 5% entre todos os tipos de linfomas na espécie.

 

 

Fonte: Revista Focus


blog comments powered by Disqus

Mais acessadas do mês

Filhote do mês

Prev Next
Mel
Ted
Phiona

Quer ver seu pet aqui? envie uma foto com a historia dele para filhotedomes@idmed.com.br




Receba nossas notícias

Nome
Email


Quem somos|Publicidade|Fale Conosco