Busca

alt

Você sabia que a caixinha de areia do gato, para eles, é mais do que um local para ele fazer as suas necessidades?

A veterinária Laila Massad Ribas, especializada em felinos, explica que os gatos são animais que podem caçar, mas que também podem ser caçados, e é justamente esse o motivo pelo qual eles cobrem os dejetos com a areia, na tentativa de mascarar ou não seus odores. "Quando um gato cobre as fezes e a urina com areia é porque ele não quer que nenhum predador sinta seu cheiro, mas quando o gato é muito dominante pode ser que ele não cubra", explica ela.

Por conta disso é essencial que os donos de gatos tenham um recipiente com areia para que os gatos possam cobrir os seus dejetos, caso queiram. Alguns donos preferem colocar jornal para que os gatos façam as suas necessidades, mas não é o indicado. E uma dica: quanto mais fina a areia, melhor.

O tamanho mínimo da caixa deve ser o tamanho do gato mais a metade, ou seja, precisa caber um "gato e meio" dentro da caixa. Ela deve ser deixada, de preferência, longe das vasilhas de água e ração, longe da caminha ou do local de dormir e em uma superfície alta. "Tudo que fica no alto o gato gosta. Só não colocar a caixa no alto caso o gato tenha dificuldade de pular por algum problema articular ou de coluna", diz Laila.

Se a casa tiver mais de um gato, o ideal é que o número de caixas seja igual ao número de gatos da casa mais um, ou seja, se tiver três gatos, serão necessárias quatro caixas. "Mas é preciso ter um bom senso com relação ao tamanho da casa. Casas muito grandes devem ter mais que duas caixas, mesmo que só tenha um gato. O mesmo vale para apartamentos muito pequenos, que não comportem um número muito elevado de caixas", diz Laila.

A higiene da caixinha também é essencial, por isso é importante remover as fezes e a areia molhada com a urina com uma pá própria para a função pelo menos duas vezes ao dia. Já a higienização completa, que é quando toda a areia é jogada fora, deve ser feita, segundo a veterinária, pelo menos duas vezes por semana.

Ela explica ainda que na higienização completa, depois de removida toda a areia, é preciso lavar a caixa com água e sabão e depois com desinfetante. "O hipoclorito de sódio é uma das melhores opções, mas a recomendação é primeiro passar água e sabão e enxaguar, para somente depois aplicar o hipoclorito. Esse ou outro desinfetante deve ficar em torno de 15 minutos e ser enxaguado", diz a veterinária.

Vale salientar aqui que, se o gato estiver com o hábito de urinar ou evacuar fora da caixa, é preciso levá-lo ao veterinário, pois nem sempre isso é marcação de território, pode indicar algum problema de saúde e precisar de tratamento.

 

Dra. Laila Massad Ribas é médica veterinária especialista em felinos. Possui mestrado pela faculdade de medicina da USP e atualmente é doutoranda pelo departamento de cirurgia da mesma instituição e faz especialização em medicina felina pela Anclivepa-SP. É autora do www.portalmedicinafelina.com.br.



blog comments powered by Disqus

Mais acessadas do mês

Filhote do mês

Prev Next
Mel
Ted
Phiona

Quer ver seu pet aqui? envie uma foto com a historia dele para filhotedomes@idmed.com.br




Receba nossas notícias

Nome
Email


Quem somos|Publicidade|Fale Conosco