cachorro comendo comida rica em fibracachorro comendo comida rica em fibra

Alimentos Seguros para Cachorros: 20 Opções Humanas para Cães

A alimentação do seu cachorro é um assunto super importante e pode influenciar diretamente na sua saúde e bem-estar. Saber quais alimentos os cães podem comer é essencial para garantir uma dieta equilibrada e nutritiva para o seu peludo.

A coisa mais chata é sempre ter que oferecer a mesma ração todos os dias, né? Mas a boa notícia é que existem várias opções de alimentos humanos que os cachorros podem comer sem problemas.

Claro, não estou falando de dar aquele pedaço de pizza ou chocolate, isso já sabemos que está vetado. Mas há uma série de alimentos que podem ser oferecidos ao seu cãozinho de forma segura e saudável.

Neste artigo, vamos compartilhar com você 20 dessas opções de alimentos humanos para cães e algumas dicas importantes que você deve considerar antes de introduzi-los na dieta do seu peludo. Mas tome cuidado, porque os cães têm preferências também!

Talvez eles fiquem tão mal-acostumados com a comida humana que nem queiram mais saber daquela ração chata de sempre. Vai saber, né? Então, vamos nessa! Prepare-se para conhecer uma lista incrível de alimentos para o seu cachorro que vão deixá-lo feliz e saudável.

Só não esqueça de consultar sempre um veterinário para se certificar de que esses alimentos são adequados para o seu cãozinho. Melhor prevenir do que remediar, não é mesmo?

Por que é importante saber quais alimentos os cães podem comer?

Cuidar da alimentação do seu cachorro é essencial. Afinal, ele é um membro da família e merece receber nutrientes de qualidade, assim como você.

Mas além de fornecer ração balanceada, você já se perguntou quais outros alimentos os cães podem comer? Essa é uma questão importante, já que existem muitos alimentos humanos que podem ser prejudiciais para esses bichinhos peludos.

Evitar alimentos tóxicos que possam prejudicar a saúde do cão é fundamental. Alguns exemplos são o chocolate, uvas, cebola, alho, abacate e cafeína. Esses alimentos podem causar desde indisposição estomacal até graves problemas de saúde, como intoxicação e até mesmo falência renal.

Portanto, antes de colocar qualquer alimento no pratinho do seu cachorro, verifique se ele é seguro para consumo canino.

Outro ponto importante é nutrir o corpo do cão de forma adequada. Assim como os seres humanos, os cães precisam de uma dieta equilibrada para se manterem saudáveis. Uma alimentação balanceada garante que o animal receba todos os nutrientes necessários para o desenvolvimento adequado, como proteínas, vitaminas e minerais. Além disso, uma alimentação adequada também contribui para a saúde do pelo, da pele e dos dentes do seu amigão de quatro patas.

A alimentação pode afetar o comportamento do cachorro. Se você já conviveu com um cachorro, sabe o quanto a comida pode deixar os cães animadinhos. Alimentos saborosos e saudáveis podem deixá-los mais dispostos e felizes.

Além disso, dar petiscos e alimentos humanos de vez em quando pode ser uma forma de recompensar o bom comportamento do seu cãozinho. Mas lembre-se: tudo com moderação.

Mais que uma questão de saúde, conhecer os alimentos que os cães podem comer pode melhorar o relacionamento entre dono e cachorro. Quando você compartilha os alimentos adequados e seguros com o seu companheiro peludo, ele se sente amado e cuidado. Isso também fortalece a conexão entre vocês, criando momentos de cumplicidade e afeto.

Agora que você entende a importância de saber o que os cães podem comer, vamos aos alimentos que você pode oferecer ao seu melhor amigo. Lembre-se de que a quantidade e a forma de preparo dos alimentos também são essenciais para garantir a segurança e a saúde do seu cachorro. Portanto, consulte sempre um veterinário para orientações personalizadas.

Carne (sem sal nem ossos cozidos)

Os cachorros são animais incríveis e tudo o que comemos também deve ser incrível para eles, certo? Bem, nem tanto. Apesar de termos uma tendência a compartilhar nossa comida com nossos amigos peludos, nem todos os alimentos que consumimos são seguros para os cães.

cachorro comendo cogumelo
cachorro comendo cogumelo

Um dos primeiros alimentos que mencionaremos nesta lista é a carne. Sim, cachorros podem comer carne, mas aqui vai o aviso: sem sal e sem ossos cozidos! Então, nada de temperos extras para o seu amiguinho, e por favor, evite dar a ele aqueles pedaços carnudos com ossos. Além de ser perigoso para a saúde do cachorro, você nunca sabe se ele vai se comportar como um aspirador de pó e engolir o osso inteiro.

Se você optar por alimentar seu cachorro com carne, escolha opções grelhadas, feitas na chapa ou assadas. Dessa forma, você estará fornecendo uma refeição saborosa e segura para o seu amiguinho peludo. Afinal, não queremos que ele tenha nenhum problema de saúde, certo?

Agora que você sabe que os cachorros podem comer carne, sem sal e sem ossos cozidos, por que não testar diferentes tipos de carne? Eles vão adorar frango, peru, porco, carne bovina, cordeiro… a lista é longa! Vá em frente e crie um buffet para o seu cachorro experimentar diferentes opções de carne. Mas, lembre-se sempre de não exagerar.

Mesmo que você esteja tentado a se juntar ao seu amiguinho no banquete, respire fundo e lembre-se que a comida dele deve ser adequada para sua saúde e bem-estar. Quanto menos sal e ossos cozidos, melhor!

Agora que você já sabe que os cachorros podem comer carne, sem sal e sem ossos cozidos, por que não tentar variar a dieta do seu peludo? Seja criativo e dê a ele diferentes tipos de carne. Afinal, quem não gosta de um bom churrasco? Só não o deixe pegar caronas na churrasqueira com você, ele pode te atrapalhar e você pode acabar dando mais do que carne para ele!

Peixe (sem sal e sem espinha)

Peixe (sem sal e sem espinha): Os cães também podem aproveitar os benefícios do peixe em sua dieta. No entanto, é importante ressaltar que o peixe deve ser sem sal e sem espinhas. Não queremos que nossos peludos fiquem entalados com essas espinhas chatas, não é mesmo?

O peixe é uma excelente fonte de proteína magra e ácidos graxos ômega-3, que são ótimos para a saúde do cérebro e do coração dos cães. Mas cuidado, nem todos os peixes são seguros para eles. Por exemplo, peixes como o salmão e o atum devem ser evitados, pois podem conter níveis elevados de mercúrio. Melhor não arriscar, né?

cachorro comendo amora
cachorro comendo amora

Você pode oferecer aos seus cães peixes como a tilápia, a sardinha e o linguado, pois eles são considerados seguros para consumo canino. Ah, e se você preferir dar ao seu peludo uma opção cozida em vez de crua, fique à vontade! Afinal, o importante é garantir que o peixe seja preparado de forma adequada e não contenha temperos ou condimentos que possam ser prejudiciais aos cães.

Portanto, se você quiser dar um sabor diferente para o seu cãozinho, o peixe pode ser uma ótima opção. Mas sempre verifique se ele está limpo, sem espinhas e sem nenhuma substância tóxica para o seu peludo. Bom apetite, cãezinhos exigentes!

Ovo cozido

O ovo cozido é uma opção segura de alimento para os cachorros. Eles podem desfrutar deste alimento em muitas formas: cozidos, fritos, mexidos ou até mesmo em omeletes. Os ovos são uma excelente fonte de proteínas, vitaminas e minerais essenciais para a saúde dos cachorros.

No entanto, é importante lembrar que os ovos crus podem conter bactérias prejudiciais, como a salmonela, então é melhor oferecê-los cozidos. Também é importante evitar adicionar sal aos ovos, já que os cães não precisam de tanto sabor salgado como nós, humanos.

Os cachorros podem comer ovos cozidos com moderação, como parte de uma dieta equilibrada. Eles podem ser oferecidos como petiscos ou junto com as refeições principais. Certifique-se de não exceder a quantidade recomendada, pois os ovos são bastante calóricos.

Resumindo, os ovos cozidos são uma opção segura e saudável de alimento humano para os cachorros, desde que oferecidos com moderação e sem adição de sal.

cachorro filhote novo
cachorro filhote novo

Então, da próxima vez que você fizer ovos cozidos, não se esqueça de compartilhar um pouco com o seu amigo peludo!

Vegetais

Vegetais: Os vegetais são uma ótima adição à dieta dos cachorros, pois não são estritamente carnívoros. Além de fornecerem nutrientes essenciais, os vegetais também ajudam a melhorar a digestão dos cães. Você pode incluir vegetais como cenoura, abóbora e brócolis na alimentação do seu peludo.

No entanto, lembre-se de que nem todos os vegetais são seguros para os cães.

Evite dar cebola, alho e batata crua, pois podem ser tóxicos. Certifique-se de preparar os vegetais adequadamente, cozinhando-os ou cortando-os em pedaços pequenos para evitar o risco de engasgo. Uma dica legal é usar os vegetais como petiscos saudáveis para o seu cachorro.

Experimente dar uns pedacinhos de cenoura como recompensa durante o treinamento. Assim, você estará cuidando da alimentação do seu cãozinho de forma saudável e saborosa. Quem disse que legumes não são saborosos?

Ah, é… aquele seu amigo que nunca experimentou um brócolis bem temperadinho!

Frutas

Frutas: As frutas são uma adição saborosa à dieta do seu cachorro!

No entanto, é importante lembrar que elas contêm uma quantidade elevada de açúcar, então devemos oferecê-las com moderação. Uma fruta especialmente benéfica para os cães é a maçã, que possui propriedades depurativas e pode ajudar a melhorar o funcionamento do sistema digestivo do seu peludo.

Você também pode oferecer outras frutas como pêssegos, peras e melancias, mas lembre-se sempre de remover as sementes e caroços para evitar o risco de asfixia. Além disso, certifique-se de lavar bem as frutas para remover qualquer resíduo de pesticidas.

cachorro comendo frutas
cachorro comendo frutas

Então, da próxima vez que você estiver saboreando uma deliciosa maçã, não hesite em compartilhar um pedaço com o seu amigo peludo.

Afinal, a vida é muito boa quando você tem frutas para petiscar, não é mesmo?

Mel

O mel é um alimento doce e natural que os cachorros podem desfrutar. Rico em nutrientes, o mel traz benefícios para a saúde do cão, como fortalecer o sistema imunológico e ajudar na digestão. No entanto, é importante lembrar que o mel contém açúcar, então é recomendado oferecer com moderação. Além disso, certifique-se de escolher um mel puro e de qualidade para seu amigo de quatro patas.

Se ele estiver se sentido um pouco doente, pode ser uma boa ideia tentar dar um pouco de mel para ajudar a aliviar seus sintomas.

Sorvete à base de leite vegetal ou água, sem açúcar

Sorvete à base de leite vegetal ou água, sem açúcar: Agora vamos falar sobre uma delícia geladinha que também pode ser apreciada pelos nossos amiguinhos de quatro patas: sorvete! Mas calma lá, não é qualquer sorvete que eles podem comer.

Estamos falando de sorvetes feitos especificamente para cães, que são à base de leite vegetal ou água, e não contêm açúcar. Sabemos que o sorvete é uma paixão mundial, tanto para humanos quanto para cachorros. Afinal, quem não gosta de se refrescar com essa delícia nos dias quentes?

Mas não podemos esquecer que os cães têm necessidades alimentares diferentes das nossas. Os sorvetes tradicionais para humanos costumam conter ingredientes como açúcar, além de leite de vaca, que pode não ser tão bem digerido pelos cães. Por isso, é importante optar por opções especialmente desenvolvidas para eles.

cachorro comendo cereais
cachorro comendo cereais

Os sorvetes para cães são formulados de forma que sejam seguros e saudáveis para o consumo canino. Eles são elaborados com leite vegetal, como o de coco ou de amêndoas, que são mais adequados para os cães. Além disso, eles são livres de açúcar, já que o açúcar não faz bem para os cãezinhos. Essa é uma ótima opção para refrescar os nossos amigos de quatro patas nos dias de calor. Eles vão adorar saborear essa delícia gelada!

Só não se esqueça de oferecer com moderação, como um agrado ocasional. Afinal, mesmo sendo uma opção mais saudável, não podemos exagerar nas guloseimas, né? Afinal, o equilíbrio é fundamental para a saúde e bem-estar do seu amigão.

Então, que tal experimentar um sorvetinho especial para o seu cãozinho? Com certeza ele vai ficar feliz e refrescado com essa delícia! Só não esqueça de conferir as instruções de consumo do produto e manter a moderação como palavra de ordem.

Agora que já conhecemos mais uma opção de alimento humano que os cachorros podem comer, vamos continuar com a nossa lista? Ainda temos muito mais dicas e curiosidades para compartilhar com você!

Iogurte e kefir

Iogurte e kefir Ah, quem não ama um bom iogurte ou kefir? Além de serem deliciosos para nós, humanos, também podem ser uma ótima opção para o seu cãozinho. Esses alimentos são fontes de probióticos, que são bactérias benéficas que ajudam na saúde intestinal do seu peludo.

E vamos combinar, ninguém quer um cão com problemas de digestão, né? Mas atenção, nem todos os iogurtes e kefirs são adequados para cães.

Opte por versões naturais, sem açúcar e sem adoçantes artificiais. E claro, verifique se o seu cão não é intolerante à lactose antes de oferecer esses alimentos. Ninguém quer ver o bichinho com dor de barriga, não é mesmo?

Então, aposte no iogurte e kefir como um petisco saudável para o seu peludo. Com certeza ele vai adorar essa novidade e agradecer com muitas lambidas!

Caldo (sem sal ou cebola)

Caldo (sem sal ou cebola): Você sabia que alguns caldos são seguros para o consumo de cachorros? Mas calma lá, não vá pegar aquele caldinho pronto que você tem na geladeira e dar pro seu peludo.

Estamos falando de caldos caseiros, feitos especialmente para o cãozinho. O caldo sem sal ou cebola pode ser oferecido como um complemento saboroso para a dieta do seu amigo de quatro patas.

Ele pode ser preparado com ingredientes como frango, carne ou legumes, e é uma ótima maneira de adicionar um pouco de sabor à comida do cachorro. No entanto, é importante se certificar de que o caldo não contenha sal, pois o excesso de sódio pode ser prejudicial para a saúde do seu cão.

Além disso, a cebola é tóxica para os cães e, portanto, deve ser evitada a todo custo.

Lembre-se de que o caldo não deve substituir a alimentação principal do seu cachorro, mas pode ser usado como um agrado ou uma forma de estimular o apetite.

E, é claro, sempre consulte o veterinário antes de introduzir novos alimentos na dieta do seu peludo. Afinal, queremos ver o seu cãozinho saudável e feliz, não é mesmo?

Azeite de oliva

O azeite de oliva é uma ótima opção de alimento humano para os cachorros. Além de ser uma fonte importante de gorduras e proteínas benéficas, ele também contém aminoácidos essenciais e vitaminas. Ah, sem contar que alguns cachorrinhos simplesmente adoram o sabor do azeite.

Mas cuidado! Apesar dos benefícios, é importante não exagerar na quantidade oferecida. Uma colher de chá ocasionalmente já é o suficiente para aproveitar os efeitos positivos desse óleo.

O azeite de oliva pode ajudar a melhorar o funcionamento das articulações e dos músculos, além de ser um excelente laxante.

Então, se você quiser adicionar um toque especial à comida do seu peludo, o azeite de oliva pode ser uma opção saudável e saborosa. Mas, como sempre, lembre-se de oferecer com moderação e consultar um veterinário caso tenha alguma dúvida. Afinal, a saúde do seu cachorro é o mais importante, não é mesmo?

cachorro comendo azeitona
cachorro comendo azeitona

Agora que você sabe um pouco mais sobre o azeite de oliva e outros alimentos humanos seguros para os cachorros, que tal experimentar algumas opções e ver como o seu peludo reage?

Ah, e não esqueça de compartilhar essa informação com outros donos de cachorros. Assim, eles também poderão aproveitar os benefícios de uma alimentação saudável e variada para os seus melhores amigos.

Outros alimentos humanos que cachorros podem comer

Existem outros alimentos humanos que os cachorros podem comer além dos mencionados anteriormente. Vamos descobrir quais são eles, então se prepare para ficar surpreso!

Algumas opções inusitadas incluem aveia morna, que é excelente para cães com constipação crônica (afinal, todo mundo sabe como é desagradável ficar entupido). Ah, e não podemos esquecer da levedura de cerveja, que não só é indicada para cães idosos, como também é um ótimo purificador intestinal.

Sabe qual outro alimento os cachorros adoram? Fígado! Ele é rico em vitaminas, proteínas, ômega 3 e 6. Mas não exagere na dose, pois é melhor oferecer apenas uma ou duas vezes por semana. E olha só, não pense que somente humanos desfrutam das delícias das nozes, os cachorros também podem aproveitar. Amêndoas e avelãs cruas são ótimas opções!

cachorro comendo chocolate
cachorro comendo chocolate

E se você quer deixar a dieta do seu cãozinho mais saborosa, experimente adicionar salsa, alecrim, tomilho ou açafrão. Essas especiarias vão dar um toque especial à comida do seu peludo. E por fim, temos a espirulina, uma alga que é a queridinha das dietas veganas e vegetarianas. Ela é rica em proteínas, aminoácidos, vitaminas e ferro. É o alimento ideal para cães doentes ou cadelas grávidas.

Agora que você já sabe mais sobre os alimentos que os cachorros podem comer, fica mais fácil incluir algumas opções saudáveis e deliciosas na dieta do seu melhor amigo. Mas lembre-se sempre de oferecer com moderação e consultar um veterinário para garantir que tudo esteja de acordo com as necessidades do seu cãozinho.

Conclusão

Agora que chegamos ao fim deste blog sobre alimentos seguros para cachorros, vamos recapitular os pontos principais:

1. Cuidar da alimentação do seu cachorro é essencial para manter sua saúde e bem-estar. 2. Evitar alimentos tóxicos que possam prejudicar a saúde do cão é de extrema importância.

3. Nutrir o corpo do cão de forma adequada é fundamental para garantir um estilo de vida saudável.

4. A alimentação pode afetar o comportamento do cachorro, então alimente-o corretamente para evitar problemas comportamentais.

5. Melhorar o relacionamento entre dono e cachorro através da alimentação é uma excelente maneira de fortalecer o vínculo. Portanto, é essencial conhecer os alimentos humanos que os cães podem comer para garantir que eles estejam recebendo nutrientes adequados e não corram riscos à saúde.

Lembre-se de que estamos aqui para ajudar e fornecer informações úteis para você e seu pet.

Esperamos que este conteúdo tenha sido útil e que você tenha aprendido algo novo sobre como alimentar seu cachorro de forma segura. Se você tiver alguma dúvida ou quiser compartilhar sua experiência conosco, deixe um comentário abaixo.

Continue nos acompanhando para mais dicas e informações sobre cuidados com os animais de estimação. Até a próxima!

By Prof.ª Dr.ª Kelly Cristine de Sousa Pontes

Pós-doutora em Medicina, na área de Oftalmologia e Oncologia, pela Leiden University – Holanda e Doutora em Cirúrgicas e Anestésicas Aplicadas aos Animais, pela Universidade Federal de Viçosa

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *