cachorro com uma criançacachorro com uma criança

Crianças leem mais quando têm cachorros por perto, diz pesquisa

Então, você sabe qual é a relação entre crianças, cachorros e livros? De acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade Britânica de Columbia, esses três elementos formam uma combinação incrível para aumentar o interesse das crianças pela leitura.

E nesses tempos em que videogames, celulares e tablets estão dominando, qualquer estratégia é bem-vinda para incentivar os pequenos a pegarem um livro. Afinal, estamos falando da geração que não consegue tirar os olhos da tela do smartphone nem na hora do almoço, não é mesmo?

A pesquisa: Agora vamos aos detalhes do estudo. A equipe de pesquisadores avaliou um grupo de 17 crianças que estavam cursando o Ensino Fundamental. Eles analisaram o comportamento desses pequenos enquanto liam com e sem a presença de cachorros.

E adivinhe só: os resultados foram surpreendentes! As crianças acabaram lendo por muito mais tempo e demonstraram uma vontade incrível de superar os desafios da leitura quando os cãezinhos estavam por perto. Incrível, não?

A influência positiva dos cachorros na leitura: Parece que os cachorros são como os melhores amigos dos livros! A presença deles na sala faz as crianças se sentirem mais motivadas e competentes na hora de ler.

Os pequenos relataram sentir-se mais interessados e animados quando estavam acompanhados pelos adoráveis caninos. E cá entre nós, quem não fica de bom humor quando está rodeado de cãezinhos fofos? Eles são verdadeiros experts em alegrar o ambiente!

Projeto de intervenção canina em ambientes educacionais: E por falar em cachorros encantadores, várias escolas, universidades e organizações comunitárias já estão implementando projetos de leitura que contam com a presença de cães.

cachorro veterinario
cachorro veterinario

A ideia é utilizar essa influência positiva dos bichinhos para tornar a leitura mais divertida e tranquila para as crianças. Afinal, todo mundo sabe que ter um cachorro por perto é sinônimo de alegria e diversão, não é mesmo? E agora, além disso, também sabemos que eles podem ser grandes aliados na promoção do hábito da leitura.

Por que hábitos de leitura estão diminuindo?

Por que hábitos de leitura estão diminuindo? Bem, vamos encarar a realidade: o mundo está mudando rapidamente.

As crianças estão cada vez mais obcecadas pelos videogames, celulares e tablets. Quem tem tempo para ler um bom livro quando se pode matar zumbis ou construir uma cidade virtual?

Parece que os livros estão perdendo espaço para os brinquedos tecnológicos. Mas espere um minuto! Não vamos nos render tão facilmente.

Afinal, a leitura é essencial para o desenvolvimento das crianças. Ela exercita a mente, aumenta o vocabulário e estimula a imaginação.

Então, o que podemos fazer para incentivar as crianças a lerem mais? Segundo uma pesquisa realizada pela Universidade Britânica de Columbia, a presença de cachorros pode ser a chave para despertar o interesse dos pequenos pela leitura.

Sim, você leu certo. CACHORROS! Os melhores amigos do homem também podem ser os melhores amigos dos livros.

A pesquisa: crianças, cachorros e leitura A equipe de pesquisadores selecionou 17 crianças que estavam cursando o Ensino Fundamental. Essas crianças foram avaliadas enquanto liam, com e sem a companhia de um cachorro.

Os resultados foram surpreendentes! Quando os cachorros estavam presentes, as crianças ficaram muito mais motivadas a continuar lendo. Elas demonstraram mais persistência e vontade de enfrentar os desafios das histórias.

cachorro prestando atenção
cachorro prestando atenção

Parece que os cachorros têm um poder mágico de deixar a leitura mais divertida e interessante.

A influência positiva dos cachorros na leitura Além de aumentar a motivação das crianças, os cachorros também fizeram com que elas se sentissem mais animadas e competentes.

A presença do animal de quatro patas transforma a leitura em uma experiência mais tranquila e prazerosa.

Projeto de intervenção canina em ambientes educacionais Felizmente, existem projetos que trazem cachorros para escolas e organizações comunitárias.

Esses projetos podem se beneficiar dos resultados dessa pesquisa para elaborar estratégias de intervenção canina no ensino.

Afinal, todos queremos que as crianças aprendam a ler de forma tranquila e divertida.

Conclusão Então, agora sabemos que os cachorros são mais do que apenas companheiros leais. Eles também podem ser grandes aliados no mundo da leitura.

Se você tem um cachorro em casa, deixe-o se aproximar dos livros e incentive as crianças a lerem em sua companhia. Quem sabe esse seja o segredo para cultivar o amor pela leitura nas futuras gerações?

A pesquisa: crianças, cachorros e leitura

Quem diria que a presença de um cachorro poderia influenciar as crianças a lerem mais? É o que mostra uma pesquisa realizada por profissionais da Universidade Britânica de Columbia, que analisou o comportamento de 17 crianças do ensino fundamental enquanto liam com e sem a companhia de um cachorro.

Buldogue Francês
Buldogue Francês

E adivinha só? As crianças leram mais e demonstraram mais vontade quando os cachorros estavam presentes. Que surpresa, não é mesmo? Antes de iniciar o estudo, os pesquisadores garantiram que cada participante fosse selecionado com base em sua habilidade de leitura. Eles também escolheram obras ligeiramente mais complexas para desafiar as crianças. Afinal, não queremos que os livros sejam muito fáceis, né?

Durante as sessões de leitura, as crianças foram convidadas a ler em voz alta, com e sem a presença de um cão de terapia. E você sabe o que aconteceu? As crianças ficaram muito mais tempo lendo e demonstraram mais persistência quando um cachorro estava na sala. Além disso, elas afirmaram sentir-se mais interessadas e competentes. Incrível, não é?

Esses resultados sugerem que a presença de um cachorro pode motivar as crianças a persistirem na leitura, especialmente quando encontram partes mais desafiadoras. E isso pode ser de grande importância, já que os bons hábitos de leitura estão perdendo espaço para tablets, smartphones e videogames.

A pesquisa também ressalta a importância de projetos com cachorros em ambientes educacionais. Afinal, se a presença desses animais pode tornar a leitura mais divertida e interessante para as crianças, por que não aproveitar essa oportunidade?

No entanto, vale lembrar que esse foi apenas o primeiro estudo acadêmico a escolher cuidadosamente e submeter as crianças a leituras mais desafiadoras. Ou seja, há muito mais a ser explorado sobre a influência positiva dos cachorros na leitura.

Quem diria que nossos amigos de quatro patas poderiam se tornar verdadeiros mestres da literatura? Portanto, se você tem um cachorro em casa e uma criança que não é muito fã de livros, que tal criar um ambiente de leitura com a companhia do seu amigão? Pode ser uma combinação incrível para estimular o interesse e a vontade de ler. E quem sabe, criar pequenos leitores apaixonados pela literatura desde cedo. Afinal, a leitura é uma aventura e não há nada melhor do que ter um fiel companheiro ao seu lado para embarcar nessa jornada literária.

A influência positiva dos cachorros na leitura

Quem diria que os cachorros seriam os melhores amigos dos livros? Mas é verdade! Segundo essa pesquisa maluca, as crianças tendem a ler mais quando têm um adorável cãozinho por perto. Incrível, não é mesmo?

Buldogue Francês
Buldogue Francês

De acordo com o estudo realizado pela Universidade Britânica de Columbia, as crianças se sentem mais animadas e competentes para continuar lendo quando estão na companhia de seus peludos amigos. E não importa a raça ou a idade do cachorro, o efeito é o mesmo.

A pesquisa selecionou cuidadosamente 17 crianças que estavam cursando os primeiros anos do Ensino Fundamental. Os pequenos foram avaliados enquanto liam, tanto com cachorros por perto quanto sem eles. E adivinha só? As crianças passaram muito mais tempo lendo e demonstraram mais vontade de continuar quando um cão estava na sala.

É como se os cachorros tivessem superpoderes especiais para motivar as crianças na leitura. E não podemos negar que é uma combinação formidável: crianças, cachorros e livros.

Quem sabe, no futuro, a biblioteca da escola tenha um cantinho reservado para esses mascotes incríveis, não é mesmo?

Então, se você tem filhos ou trabalha com crianças, que tal adotar um cãozinho amoroso e tornar a leitura uma experiência ainda mais divertida? Com certeza, é uma maneira incrível de incentivar o amor pelos livros e afastar os pequenos das telas dos celulares e tablets.

Afinal, quem precisa de videogame quando se tem um cachorro leitor ao lado?

Projeto de intervenção canina em ambientes educacionais

Como vimos até agora, a presença de cachorros tem um impacto positivo na motivação das crianças para ler. Mas como podemos levar essa descoberta para o ambiente educacional e realmente ajudar as crianças a desenvolverem o hábito da leitura de forma divertida e tranquila?

cachorros andando
cachorros andando

Felizmente, já existem projetos que inserem cachorros em escolas, universidades e organizações comunitárias. Essa é uma forma de aplicar a pesquisa realizada pela Universidade Britânica de Columbia e criar estratégias de intervenção canina “padrão ouro”. Esses projetos têm como objetivo proporcionar às crianças um ambiente lúdico e estimulante para a leitura.

Com a presença dos cachorros, as crianças se sentem mais animadas e competentes, o que aumenta sua vontade de continuar lendo mesmo diante de trechos mais desafiadores. Além disso, a interação com os cachorros ajuda as crianças a se sentirem mais confortáveis e seguras durante a leitura. Isso é especialmente importante para aquelas que têm dificuldades ou inseguranças ao ler em voz alta para os colegas.

Então, se você é um professor, diretor de escola ou responsável pela educação de crianças, que tal considerar a possibilidade de implementar um projeto de intervenção canina em sua instituição? Você pode contar com a ajuda de cães de terapia ou até mesmo criar parcerias com abrigos de animais locais.

Afinal, a leitura é uma habilidade fundamental para o desenvolvimento das crianças e é importante incentivá-la desde cedo. E se a presença de cachorros pode tornar esse processo ainda mais divertido e prazeroso, por que não aproveitar essa oportunidade?

cachorros grandes
cachorros grandes

Lembre-se, porém, que o valor desse trabalho vai além do simples entretenimento das crianças. Essa abordagem pode ser especialmente útil na adesão de uma leitura mais desafiadora, que muitas vezes não acontece no dia a dia escolar.

Vamos fazer com que as crianças leiam mais, criem vínculos com os animais e desfrutem de todas as maravilhas que a leitura pode proporcionar! Combinar crianças, cachorros e livros já provou ser uma combinação formidável. Agora é só levar essa descoberta adiante e transformar a educação de nossos pequenos.

Conclusão

Então, o que podemos tirar dessa pesquisa super interessante? Bem, parece que ter um cachorro por perto pode realmente motivar as crianças a lerem mais e se sentirem mais engajadas na atividade.

Isso é uma ótima notícia, já que os hábitos de leitura estão diminuindo cada vez mais devido aos videogames, celulares e tablets. Os resultados desse estudo sugerem que os cachorros podem ser uma influência positiva na vida das crianças, não apenas como companheiros, mas também como incentivadores da leitura.

Além disso, eles podem ajudar as crianças a se sentirem mais competentes e animadas durante a leitura. É importante ressaltar que esse foi o primeiro estudo acadêmico a abordar a leitura desafiadora nas crianças.

Isso significa que os cachorros podem ser uma ferramenta valiosa no ensino de leituras mais complexas, que muitas vezes são deixadas de lado nas salas de aula. Então, se você tem uma criança em casa e está pensando em começar a ler com ela, talvez seja uma boa ideia ter um cachorro por perto!

Afinal, além de companheiro, ele pode ser um grande incentivo para a leitura. E você, o que acha dessa pesquisa? Conte pra gente nos comentários!

By Prof.ª Dr.ª Kelly Cristine de Sousa Pontes

Pós-doutora em Medicina, na área de Oftalmologia e Oncologia, pela Leiden University – Holanda e Doutora em Cirúrgicas e Anestésicas Aplicadas aos Animais, pela Universidade Federal de Viçosa

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *