Cachorro com olho amarelo: Conheça as possíveis causas e doenças relacionadas

Cachorro com olho amarelo

Cachorro com olho amarelo: Conheça as possíveis causas e doenças relacionadas

Se você é tutor de um cachorro, provavelmente já deve ter se deparado com algumas situações em que seu amigo ficou com olhos amarelados. Mas afinal, o que isso pode significar?

Um cachorro com olho amarelo pode ser sinal de problemas que vão além dos olhos, como doenças no fígado, anemias hemolíticas, parasitas no sangue, alterações na produção da bile ou na vesícula biliar.

Essas e outras possíveis causas podem ser graves e, se não forem tratadas a tempo, o animal pode piorar dia a dia, podendo, infelizmente, sucumbir à doença.

Portanto, sempre que notar seu cachorro com olhos amarelados, não espere muito para levá-lo ao veterinário.

O que é icterícia em cachorros?

Os donos de cachorros sabem que seus amigos peludos requerem muitos cuidados, incluindo idas regulares ao veterinário. Problemas de saúde podem afetar cães de todas as idades e raças, e um sinal a que se deve estar atento é o olho amarelo. Um cachorro com olho amarelo pode ser sinal de que algo não está bem, e é importante saber quais são as possíveis causas e como tratá-las.

Neste artigo, vamos falar sobre a icterícia em cachorros e como ela pode se manifestar nos olhos, além de fornecer informações sobre as doenças relacionadas e os cuidados necessários.

cachorro emocionado
cachorro emocionado

A icterícia é uma coloração amarelada da pele e mucosas do corpo, incluindo a esclera dos olhos. O termo médico para esta alteração é icterícia e, em cachorros, pode ser sinal de problemas que vão além dos olhos, como doenças no fígado, anemias hemolíticas, parasitas no sangue, alterações na produção da bile ou na vesícula biliar.

Algumas dessas etiologias são graves e, se não forem tratadas a tempo, o animal piora dia a dia, podendo, infelizmente, sucumbir à doença.

Causas da icterícia em cachorros

A bilirrubina é uma substância amarelo-alaranjada produzida durante a quebra das células vermelhas do sangue. Em situações normais, a bilirrubina é eliminada pelo fígado e se torna uma parte da bile, que ajuda na digestão.

Quando o fígado não está funcionando corretamente ou há problemas na produção de bile ou vesícula biliar, a bilirrubina fica acumulada no organismo e causa a icterícia. Alguns dos problemas que podem afetar o fígado dos cachorros incluem excesso de gordura no fígado, doenças infecciosas como a leptospirose, medicamentos tóxicos, parasitas, tumores, inalação de substâncias tóxicas e outras doenças hepáticas.

Como identificar icterícia em cachorros

A icterícia pode ser vista de forma mais aparente na pele e no branco dos olhos, mas também pode ser visível na língua, na urina e nas mucosas genitais do animal. O olho amarelo em cachorro é um dos sintomas que mais chamam a atenção dos tutores. O cão pode ter os olhos amarelados, assim como a gengiva, o interior das orelhas, a pele e até mesmo a urina pode ficar escura.

Sintomas da icterícia em cachorros

Além do olho amarelo em cachorro, outros sintomas que podem indicar icterícia incluem: – Febre; – Falta de apetite; – Perda de peso; – Urina amarelada ou escurecida; – Aumento da ingestão de água; – Vômitos amarelados, frequentes e em grandes volumes; – Diarreia pastosa e escura; – Prostração; – Desidratação; – Respiração ofegante; – Anemia; – Fraqueza; – Remela amarela no olho do cachorro.

cachorro correndo
cachorro correndo

Doenças relacionadas com olhos amarelados em cachorros

Os olhos amarelados em cachorros podem ser sintomas de várias doenças que precisam ser identificadas e tratadas o mais rápido possível. Conheça algumas das doenças que podem causar esse sintoma:

Leptospirose canina: causada por uma bactéria transmitida pela urina de animais infectados, a leptospirose canina pode afetar o fígado e os rins do cachorro, resultando em insuficiência desses órgãos. Essa doença pode ser transmitida aos humanos através da urina de animais infectados. A vacinação e medidas simples de higiene, como manter o ambiente livre de lixo e entulho, podem prevenir a doença.

Babesiose: essa doença é transmitida pela picada de carrapatos infectados. Ela afeta os glóbulos vermelhos do cachorro, resultando em anemia e outros sintomas, como febre, falta de apetite e dificuldade em respirar.

Parvovirose: essa doença viral pode causar diarreia, vômitos, febre e desidratação no cachorro. Ela é altamente contagiosa e pode ser fatal, principalmente em filhotes e cachorros mais velhos.

Anemia hemolítica: a anemia hemolítica é um problema de saúde que afeta os glóbulos vermelhos do cachorro, resultando em sintomas como palidez, fraqueza e falta de apetite. Ela pode ser causada por várias doenças, incluindo a babesiose mencionada anteriormente.

É importante ressaltar que essas não são as únicas doenças que podem causar olhos amarelados em cachorros. Por isso, se o seu animal de estimação apresentar esse sintoma, é fundamental buscar ajuda médica o mais rápido possível para identificar a causa e iniciar o tratamento adequado.

Além disso, é importante lembrar que algumas dessas doenças podem representar riscos também para os humanos.

cachorro andando de avião
cachorro andando de avião

Por isso, medidas de prevenção, como vacinação, higiene do ambiente doméstico e cuidados com a alimentação do animal, são essenciais para garantir a saúde de todos os membros da família, inclusive os pets. No próximo tópico, falaremos mais sobre essas medidas de prevenção e cuidados que os tutores devem ter em relação aos olhos amarelados em cachorros.

Cuidados e prevenções

Embora a icterícia em cachorros possa ser causada por diversas enfermidades, é possível prevenir alguns desses problemas. Uma das medidas preventivas mais importantes é a vacinação. Como mencionado anteriormente, algumas das enfermidades que causam icterícia são graves e podem levar o animal à morte. Em caso de uma suspeita de icterícia, imediatamente procure um médico-veterinário.

Nesses casos, o diagnóstico precoce é fundamental para que o tratamento seja rapidamente iniciado, aumentando as chances de recuperação do pet.

Com relação aos cuidados, o tutor pode evitar que o cãozinho desenvolva icterícia por meio de adoção de hábitos saudáveis, como uma boa alimentação, prática regular de exercícios físicos e controle de parasitas. Esses cuidados devem ser mantidos constantes. Também é importante garantir que o animal tenha um local arejado e limpo para viver, com água fresca à disposição.

cachorro desobediente
cachorro desobediente

No caso de problemas hepáticos, o tutor precisa estar atento aos sinais de alerta, como olhos amarelados e pele cor amarela. Se o animal apresentar algum desses sintomas, ele deve ser levado imediatamente ao veterinário para avaliação e início do tratamento.

Riscos para humanos

A icterícia em cachorros, em alguns casos, pode ser transmitida para humanos. Por exemplo, a leptospirose canina é uma doença bacteriana que, além de atacar o fígado do animal, pode ser transmitida para seres humanos. Por isso, em caso de suspeita de icterícia em cachorro, o tutor deve tomar alguns cuidados, como lavar bem as mãos e evitar contato com a urina e fezes do animal. Nunca negligencie a saúde do pet, pois ela pode afetar diretamente a sua família.

cachorro Retriever comendo
cachorro Retriever comendo

Os olhos amarelados em cachorros podem ser sinal de icterícia, uma enfermidade que pode ser causada por diversas doenças, como a leptospirose canina, babesiose, parvovirose e anemia hemolítica. Por essa razão, é fundamental que o tutor sempre esteja atento aos sinais de alerta, como olhos amarelados ou pele cor amarela.

Além disso, um acompanhamento veterinário periódico é essencial para prevenir e tratar enfermidades. Por fim, não podemos esquecer que zoonoses como a leptospirose também podem ser transmitidas para seres humanos, o que reforça a importância dos proprietários estarem sempre atentos aos sinais de seus animais de estimação. Portanto, previna e cuide da saúde do seu pet!

Conclusão

A icterícia em cachorros pode ser um sinal de diversas doenças graves, por isso é importante ficar atento aos sintomas. Alguns cuidados simples como manter a vacinação em dia e manter a higiene do ambiente podem ajudar na prevenção. Ao perceber os olhos amarelados do seu pet, não hesite em procurar um veterinário para um diagnóstico preciso.

Além disso, é importante lembrar que algumas das causas da icterícia podem ser transmitidas aos humanos, então é fundamental cuidar da saúde do seu pet para proteger toda a família.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *