pessoa adestrando cachorropessoa adestrando cachorro

Como Escolher um Serviço de Adestramento: Dicas e Cuidados

Ah, o adestramento! Aquela fase em que seu cãozinho se transforma em um verdadeiro gênio dos truques e comandos. Mas como escolher o serviço de adestramento ideal para o seu pet? Não se preocupe, estamos aqui para te ajudar nessa busca pelo adestrador dos sonhos.

O que considerar ao escolher um serviço de adestramento

Referências do profissional:

Não vale contratar qualquer um que diz ser adestrador, você precisa de alguém com credibilidade. Busque referências com outros tutores, procurando saber se o adestrador tem experiência na área, se está atualizado sobre as técnicas mais modernas de treinamento e se possui formação adequada. Ah, e não esqueça de observar a interação entre seu cão e o adestrador. Afinal, precisa rolar aquela química.

Método a ser utilizado no adestramento:

Cada adestrador tem seu próprio jeito de ensinar e treinar. Por isso, é importante descobrir qual método será utilizado. Prefira aqueles que utilizam reforço positivo, pois ninguém gosta de ser treinado na base do grito e castigo, né?

Local do treinamento:

Lugar desconfortável não dá nem vontade de entrar, imagine então aprender alguma coisa lá dentro. Escolha um lugar onde seu pet se sinta à vontade e sem distrações. Nada de ambientes lotados de estímulos que podem deixar seu amigo peludo estressado.

cachorros com seu dono
cachorros com seu dono

Segurança do ambiente:

Não queremos lidar com fugas caninas durante o treinamento, certo? Então é importante verificar se o local é seguro para o seu cão. Mas não se preocupe, isso não é paranoia de mãe coruja, é só precaução mesmo.

Estímulos excessivos:

Oi, cãozinho do vizinho latindo! Eu estou aprendendo a sentar, poderia abaixar o volume aí? Durante o adestramento, seu pet precisa de total foco na tarefa. Evite lugares com excesso de estímulos que possam distrair seu cãozinho e atrapalhar seu aprendizado. E, claro, cuidado com as reações do tutor, porque seu fiel amigo também é influenciado por você.

Atendimento do adestrador:

Como um bom serviço de atendimento ao cliente, o adestrador precisa te deixar à vontade e seguro durante todo o processo. Afinal, você quer se sentir bem enquanto treina seu peludo, né? E vamos combinar que se o tutor está calmo e tranquilo, o cão também fica mais relaxado.

Experiência do adestrador:

Confie no profissional que vai cuidar do seu melhor amigo. Procure por um adestrador que tenha experiência e conhecimento sobre como lidar com diferentes raças e comportamentos caninos. Mas lembre-se, também não vamos desvalorizar os novatos que estão começando sua jornada, desde que saibam o que estão fazendo!

Atendimento pós-adestramento:

A relação pós-treinamento também é importante. Certifique-se de que o adestrador oferece um acompanhamento posterior para garantir que o aprendizado do seu cão seja duradouro. Afinal, não queremos que ele esqueça tudo assim que sair do ambiente de treinamento, né?

cachorros andando com seu dono
cachorros andando com seu dono

Referências do profissional

Na hora de escolher um serviço de adestramento, é fundamental procurar referências do profissional. Busque informações com outros tutores para saber se o adestrador possui formação na área e quantos anos de experiência ele tem.

É importante também verificar se o profissional está atualizado em relação às técnicas mais modernas de treinamento.

Observar a interação entre o seu animal e o adestrador também é essencial. O vínculo e a confiança entre eles são fundamentais para o sucesso do adestramento. Portanto, fique de olho nesse aspecto durante a escolha do profissional.

Afinal, não queremos aquele adestrador que vai transformar o seu cão em um verdadeiro especialista em arte circense, certo? Busque alguém que tenha um bom background, referências e que saiba lidar com o seu bichinho de estimação de forma adequada.

Afinal, não queremos que ele saia pulando de uma argola em chamas, não é mesmo?

Método a ser utilizado no adestramento

Ao escolher um serviço de adestramento, é crucial considerar o método a ser utilizado. Afinal, você não quer que o seu cão acabe aprendendo truques de mágica ao invés de comandos básicos, certo?

Brincadeiras à parte, é importante saber qual abordagem o adestrador seguirá. Alguns utilizam técnicas positivas de reforço, enquanto outros preferem métodos mais rígidos e autoritários.

Verifique se o adestrador utiliza métodos baseados em recompensas e incentivos, pois isso tende a ser mais eficaz e saudável para o cão.

Com o treinamento certo, seu cachorro não precisará de uma cartola mágica para se comportar bem. Ah, lembre-se que a paciência também é uma grande aliada nesse processo!

cachorro com sua dona
cachorro com sua dona

Local do treinamento

Escolher um serviço de adestramento para o seu amado pet pode ser uma tarefa complicada. Afinal, você quer ter certeza de que está tomando a decisão certa para garantir que o seu cãozinho seja adestrado da melhor maneira possível. Mas não se preocupe, estou aqui para ajudar você. Vamos conferir algumas dicas e cuidados na hora de escolher esse serviço?

Busque um lugar confortável para o pet

Ah, nós sabemos como é importante que o seu cãozinho se sinta à vontade durante o processo de adestramento. Afinal, ele precisa estar em um ambiente tranquilo e sem distrações. Se você levar ele para um lugar movimentado, com vários outros cães por perto, pode ser um verdadeiro caos. Imagina só o seu pet tentando aprender a sentar enquanto o cãozinho ao lado está latindo sem parar? Caos total! Então, procure um lugar adequado, onde o seu cão possa se concentrar e focar nas instruções do adestrador.

Ambiente seguro é fundamental

Claro, você não quer deixar o seu cãozinho em um lugar perigoso, não é mesmo? Por mais que o local seja destinado ao adestramento, é importante dar uma avaliada nas condições de segurança. Veja se não há como ele escapar e se não há riscos de acidentes. A segurança do seu amigão em primeiro lugar!

Evite estímulos excessivos

Não adianta nada estar em um ambiente seguro se existe uma verdadeira parada de ônibus acontecendo ao redor do seu cãozinho. Durante o adestramento, ele precisa estar focado em uma coisa de cada vez. Se ele está aprendendo a sentar, por exemplo, precisa se concentrar nessa única ação.

Se houver muitos estímulos externos, como outros cães passeando por perto, seu cãozinho vai se distrair e o adestramento não vai ser eficaz. Portanto, evite lugares com muita movimentação e distrações.

Treinar em casa é possível Sabia que você pode até mesmo treinar o seu cãozinho em casa? Isso mesmo! Um adestrador a domicílio pode ser uma ótima opção. Mas atenção, você precisa garantir que o ambiente em casa seja adequado para o treinamento. Crie um espaço confortável e livre de distrações para o seu pet. Assim, vocês podem ter um processo de adestramento tranquilo em casa mesmo. Que maravilha, não é?

Segurança do ambiente

Um fator essencial ao escolher um serviço de adestramento é garantir a segurança do ambiente onde o treinamento irá ocorrer. Afinal, você não quer que seu amiguinho de quatro patas se machuque ou se sinta ameaçado durante o processo.

cachorro cheirando seu dono
cachorro cheirando seu dono

Verifique se o ambiente é seguro – Antes de iniciar o adestramento, dê uma boa olhada ao redor e certifique-se de que o local é realmente seguro para o seu cão. Certifique-se de que não há objetos perigosos, fios soltos ou buracos onde ele possa escapar. Afinal, a última coisa que você quer é que seu cãozinho acabe se metendo em encrenca durante as aulas.

Evite que o cão escape – Quando estiver escolhendo o local do adestramento, certifique-se de que ele seja totalmente seguro e livre de áreas onde o seu peludo possa fugir. Afinal, seu cãozinho pode ser um verdadeiro Houdini quando está motivado, e você não quer passar o tempo todo correndo atrás dele, não é mesmo?

Evite contato com outros pets – Se o local escolhido for um pet shop com área de adestramento, certifique-se de que não haverá contato direto com outros animais durante as aulas. Isso porque, dependendo do temperamento do seu cão, ele pode se distrair facilmente ou até mesmo entrar em conflito com outros peludos. E queremos que o foco seja exclusivamente no processo de aprendizado, não é mesmo?

Estímulos excessivos

Sabe aqueles momentos em que você está super concentrado, tentando ensinar seu animal a sentar, e de repente um vizinho começa a soltar fogos de artifício bem na sua rua? Ou quando o carteiro aparece e seu cão fica alvoroçado, latindo sem parar? É extremamente frustrante, não é mesmo?

Nós entendemos o quanto essas distrações externas podem prejudicar todo o processo de adestramento. Por isso, é essencial que você foque em uma só situação de cada vez. Se está tentando ensinar seu cão a buscar um objeto, não deixe que ele se perca com outros estímulos ao seu redor. Ele precisa estar totalmente concentrado no que está aprendendo.

cachorro com seu dono(1)
cachorro com seu dono(1)

E os cães têm uma ótima habilidade de perceber as reações do tutor, então é importante que você também se mantenha calmo e concentrado durante todo o treinamento. Se você estiver ansioso, irritado ou impaciente, seu cão vai perceber isso e provavelmente ficará ainda mais confuso e desconcentrado.

Então, controle suas reações e mantenha uma postura tranquila e positiva durante todo o processo. Afinal, você é o modelo de comportamento para o seu cão. Se você demonstrar confiança e segurança, ele naturalmente se sentirá mais confortável e seguirá seu exemplo.

Agora, não estamos dizendo para você se manter sereno enquanto seu cão derruba todos os vasos da sala. Pode ser difícil, mas tente encarar esses momentos com bom humor e paciência. Afinal, o adestramento é um processo contínuo e leva tempo. Tenha paciência e celebre cada pequena conquista ao longo do caminho.

Ah, e uma dica extra: não se esqueça de recompensar o seu cão com petiscos deliciosos e muitos elogios por cada comportamento correto. Isso fortalecerá ainda mais o vínculo entre vocês e tornará o treinamento muito mais divertido.

Atendimento do adestrador

Afinal, você está confiando seu amado pet a um estranho que, esperamos, tenha algum conhecimento sobre o assunto. Mas além disso, é preciso considerar o atendimento do adestrador, afinal, isso também influencia todo o processo.

Vamos lá, sente-se e relaxe, porque vou te contar um pouquinho sobre a importância do atendimento do adestrador para o tutor. Afinal, ninguém merece ser tratado com indiferença ou arrogância, nem mesmo o seu cachorro.

O primeiro ponto importante é a segurança e o conforto do tutor durante o processo de adestramento. Afinal, se o tutor não se sente à vontade, estressado ou desconfortável, isso pode ser transmitido para o cachorro e atrapalhar todo o progresso. Imagine só, você chega todo animado com o seu pet, pronto para aprender coisas novas, e é recebido por um adestrador mal-humorado e pouco amigável. Que desânimo, né?

cachorro com seu dono
cachorro com seu dono

Além disso, a relação entre o tutor e o cão também é fundamental. O adestrador precisa entender essa conexão e respeitá-la. Afinal, o cão é um ser muito sensível e está sempre atento às reações do seu tutor. Se o adestrador não se preocupa com isso, pode acabar gerando ainda mais conflito na relação entre eles.

Vamos combinar que a vida já é cheia de problemas e estresses diários. Por que não buscar um adestrador que traga mais segurança e tranquilidade para o processo, não é mesmo? Afinal, você precisa se sentir confiante de que está fazendo a melhor escolha para o seu pet.

Então, na hora de escolher um serviço de adestramento, leve em consideração também o atendimento do adestrador. Afinal, não há nada mais importante do que confiar no profissional que vai lidar com o seu melhor amigo. E se esse profissional ainda souber te deixar mais tranquilo e seguro, melhor ainda!

Experiência do adestrador

Ah, a experiência do adestrador, um dos fatores mais importantes na hora de escolher um serviço de adestramento. Afinal, quem quer confiar seu melhor amigo a alguém sem experiência, não é mesmo? Você quer alguém que saiba o que está fazendo, que tenha vivido todas as situações possíveis e impossíveis durante o treinamento de cães.

Porque, né, cada cão é um universo à parte. Tem os calmos, os agitados, os ansiosos, os teimosos… A lista é longa. Além disso, um adestrador experiente sabe exatamente como lidar com cada personalidade canina. Ele vai entender as pistas que seu cão dá, vai decifrar seus comportamentos e descobrir a melhor maneira de ensiná-lo.

Quer mais? Um adestrador com experiência vai deixar você mais seguro também. Ele vai passar a confiança necessária para que você tenha certeza de que tudo vai dar certo. Afinal, quando se trata do nosso melhor amigo, não dá pra arriscar, né?

cachorro olhando seu dono
cachorro olhando seu dono

Então, na hora de escolher um serviço de adestramento, não abra mão da experiência do adestrador. Isso vai fazer toda a diferença na vida do seu cão e na sua também.

Atendimento pós-adestramento

Então, agora que você já escolheu um serviço de adestramento top de linha para o seu peludo, é hora de falar sobre o atendimento pós-adestramento. Ah, o tão querido e necessário atendimento pós-adestramento! Você precisa se mostrar presente e demonstrar interesse em verificar se o seu cão realmente aprendeu tudo aquilo que foi ensinado durante as sessões. Afinal, você quer ter certeza de que o investimento no adestramento valeu a pena, certo?

Além disso, o pós-adestramento também ajuda a deixar o tutor mais tranquilo. Afinal, depois de um processo que pode ser demorado e às vezes cansativo, é como se fosse um “ombro amigo” para você. Mas cuidado, não vá exagerar nas perguntas e esquecer de deixar o profissional seguir com o seu trabalho. Lembre-se que ele é o especialista!

E aqui está o pulo do gato (sem trocadilhos caninos) para um atendimento pós-adestramento de sucesso: o adestrador deve deixar você, o tutor, tranquilo e seguro. Seja através de palavras de incentivo ou de atitudes que te façam sentir confiança. Afinal, você e o seu cão são um time, e o adestrador é o técnico que está ali para fazer vocês alcançarem a vitória.

Então, não despreze o valor do atendimento pós-adestramento. Ele é essencial para que você tenha um relacionamento harmonioso com o seu cãozinho adestrado. Ah, e não se esqueça de premiar o seu pupilo com muitos petiscos e cafunés, porque ele merece!

Conclusão

Portanto, ao escolher um serviço de adestramento para o seu cão, é essencial considerar várias coisas. Busque referências do profissional, avalie o método que será utilizado no adestramento e verifique se o local do treinamento é confortável e seguro para o seu pet.

Evite lugares com muitos estímulos, pois isso pode atrapalhar o processo de aprendizado.

Preste atenção também ao atendimento do adestrador, pois isso pode impactar diretamente na confiança e segurança do tutor e do cão.

A experiência do adestrador e o atendimento pós-adestramento também são fatores importantes a serem considerados.

Por fim, lembre-se sempre de acompanhar de perto o processo de adestramento e esteja presente para verificar o progresso do seu cão.

Com essas dicas em mente, você estará mais preparado para escolher o melhor serviço de adestramento e garantir que seu amigo de quatro patas receba o treinamento adequado para uma vida feliz e integrada à sociedade.

By Prof.ª Dr.ª Kelly Cristine de Sousa Pontes

Pós-doutora em Medicina, na área de Oftalmologia e Oncologia, pela Leiden University – Holanda e Doutora em Cirúrgicas e Anestésicas Aplicadas aos Animais, pela Universidade Federal de Viçosa

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *