Cães Estressados: Saiba Como Evitar o Estresse em Cães!

Se você é um tutor de cães, é importante ter em mente que os nossos amigos peludos também podem ficar estressados. Embora muitas pessoas não saibam, o estresse em cães pode causar problemas de saúde física e comportamental em nossos companheiros de quatro patas.

É importante compreender as causas e sintomas do estresse em cães e aprender a preveni-los.

Neste artigo, vamos discutir algumas dicas importantes sobre como evitar o estresse em cães e proporcionar-lhes uma vida mais tranquila e saudável.

O que é estresse em cães?

Sintomas de estresse em cães

O estresse em cães pode se manifestar de várias maneiras, e os sintomas variam de um caso para outro. No entanto, alguns dos sintomas mais comuns incluem:

  • Vocalização excessiva, como latidos ou uivos sem motivo aparente.
  • Inquietação e agitação constante, como caminhar em círculos ou não se sentar quieto por muito tempo.
  • Mudanças de comportamento, por exemplo, tornando-se agressivo de repente ou se isolando de pessoas e outros animais.
  • Falta de apetite e perda de peso.
  • Vômito e diarreia.
  • Problemas de pele, como lamber ou morder excessivamente uma área específica do corpo.
  • Dificuldades em dormir.
mulher falando com cachorro
mulher falando com cachorro

Causas do estresse em cães

Assim como os humanos, o estresse em cães pode ser causado por diferentes fatores. Algumas das causas mais comuns são:

  • Solidão e isolamento.
  • Mudanças em sua rotina diária.
  • Exposição a situações estressantes, como barulho alto, visitas ao veterinário ou viagens de carro.
  • Ambiente desagradável ou desorganizado.
  • Falta de exercícios físicos e mentais adequados.
  • Não se sentir seguro ou confiante no ambiente em que está.

Se você notar algum dos sintomas acima em seu cão, é importante agir rapidamente para aliviar o estresse e melhorar a qualidade de vida dele.

Como evitar o estresse em cães

Os cães são animais sensíveis e, assim como os humanos, podem sofrer de estresse. Infelizmente, muitos tutores não percebem os sinais de estresse em seus animais e, consequentemente, não tomam as medidas necessárias para evitar seu desenvolvimento. Para garantir a qualidade de vida do seu amigo de quatro patas, confira as dicas a seguir.

Ambiente tranquilo e confortável

Um ambiente tranquilo e confortável é fundamental para evitar o estresse em cães. Para isso, mantenha o espaço onde o pet vive organizado e limpo, evitando situações estressantes, como ruídos altos ou brigas entre os animais. Além disso, ofereça um espaço seguro e confortável para o seu cão dormir e comer.

Rotina regular de exercícios

Os exercícios físicos são importantes para manter o bem-estar do seu animal. Além de ajudar a gastar energia, atividades como caminhar e brincar contribuem para a saúde mental do cachorro. Portanto, crie uma rotina regular de exercícios para o seu pet, adequada à sua idade, raça e tamanho.

Brinquedos e jogos

Os cães precisam de estímulo mental, e os brinquedos e jogos são excelentes opções para isso. Além de ajudar a combater o tédio, os brinquedos podem manter o pet feliz e distraído. Certifique-se de escolher brinquedos adequados para o seu pet, evitando os mais pequenos que possam ser engolidos.

Horário regular para alimentação

A alimentação é fundamental para a saúde do seu cão, e manter um horário regular para as refeições pode ajudar a evitar o estresse. Além disso, ofereça uma alimentação saudável e equilibrada, adequada à idade do seu pet e livre de produtos industrializados e de baixa qualidade.

Mantenha o ambiente livre de situações estressantes

Os cães são seres sensíveis aos estímulos do ambiente, e situações estressantes podem afetar muito sua saúde mental. Portanto, é importante manter o ambiente em que o cão vive livre de situações estressantes, como brigas entre animais, excesso de barulho ou outros incômodos.

Evite deixar o cão sozinho

Os cães são animais sociais e precisam de companhia. Deixar o cão sozinho por longos períodos de tempo pode levar ao desenvolvimento de problemas de comportamento, ansiedade e estresse. Portanto, certifique-se de que seu pet tenha companhia regularmente.

Transporte correto

O transporte é uma situação que pode ser muito estressante para os cães. Para evitar problemas, certifique-se de que o transporte seja correto, utilizando caixas de transporte seguras e confortáveis. Além disso, acostume o cão ao transporte desde cedo, para que ele se sinta mais à vontade.

Seja consistente nas suas ordens

Os cães são animais que podem ser treinados e, para isso, é fundamental que seu tutor seja consistente nas suas ordens. Isso ajudará a criar um ambiente de segurança e bem-estar para o animal, evitando o estresse.

Socialização do cão

A socialização do cão é importante para evitar o estresse. Ao socializar o cão desde cedo, ele aprende a conviver com outras pessoas e animais, desenvolvendo uma personalidade mais equilibrada e saudável.

Evite castigos físicos e verbais

Os castigos físicos e verbais são métodos ultrapassados e que podem causar problemas sérios no desenvolvimento do cão. Além disso, eles podem criar um ambiente estressante e nada saudável para o animal.

cachorro passeando
cachorro passeando

Respeite o espaço de privacidade do cão

Assim como os humanos, os cães precisam de um espaço de privacidade. Respeite o espaço do seu pet e ofereça um lugar onde ele possa descansar e se sentir seguro.

Não force o cão a interagir

Os cães são seres individuais e nem sempre gostam de interagir com outras pessoas ou animais. Não force o cão a interagir se ele não quiser e aceite suas preferências.

Dê carinho, amor e afeto

O amor e o carinho são fundamentais para a saúde mental do seu cão. Dê muito amor e carinho ao seu pet e faça-o se sentir querido e amado.

Mantenha visitas regulares ao veterinário

As visitas regulares ao veterinário são fundamentais para garantir que o pet esteja sempre saudável e feliz. Certifique-se de manter um calendário regular de check-ups e leve o seu cão ao veterinário sempre que necessário.

Atividades que ajudam a relaxar o cão

Agora que já sabemos as diversas formas de evitar o estresse em cães, é importante saber quais atividades podem ajudar o seu cão a relaxar e manter a saúde mental equilibrada. Afinal, prevenir é melhor do que remediar.

Criar uma rotina é importante para que o seu cão saiba exatamente o que esperar do seu dia a dia. Algumas rotinas que ajudam a manter o animal mais tranquilo incluem horários regulares para as refeições, brincadeiras, exercícios, passeios e tempo para descanso. Com uma rotina consistente, o cão fica mais previsível, o que acaba transmitindo segurança e equilíbrio.

Os passeios diários são mais do que uma forma de exercício físico, são uma oportunidade para o cão socializar com outros animais e cheirar diferentes lugares. Além disso, quando o cão passeia ele gasta energia e já chega em casa mais tranquilo.

Enriquecer o ambiente com diferentes brinquedos é outra atividade que ajuda muito quando se trata de bem-estar do cão. Escolha brinquedos que ajudem o peludo a desenvolver habilidades sensoriais, olfativas ou cognitivas. Isso inclui brinquedos que soltam petiscos, bolinhas, mordedores, cordas e até mesmo túneis.

Praticar exercícios físicos com o cão é importante para que ele possa gastar energia e manter a saúde em dia. Isso inclui atividades como caminhada, corrida, natação, entre outras. No verão, é importante evitar expor o cão ao sol nos horários mais quentes do dia e oferecer água fresca para hidratação.

Realizar sessões de massagem é outra opção para ajudar o cão a se sentir mais relaxado. A massagem é uma forma de aliviar tensões musculares e promover o bem-estar físico e emocional. Use movimentos suaves e circulares, tomando cuidado para não pressionar demais em pontos sensíveis.

Oferecer uma alimentação saudável é fundamental para manter a saúde física e mental do seu peludo. Procure oferecer rações de qualidade e complementar com petiscos saudáveis, como frutas, legumes e carnes magras. Além disso, garanta que o cão tenha água fresca e limpa sempre disponível, para evitar a desidratação.

Por fim, propor momentos de carinho e afeto é essencial para que o cão se sinta acompanhado e reconfortado. Afinal, eles são seres sociais que precisam de atenção e contato físico para desenvolver laços afetivos com os tutores. Aproveite para fazer uma cama confortável para ele descansar, brincar com ele e dar muito amor e carinho.

Lembre-se, essas são apenas algumas sugestões de atividades para ajudar o seu cão a se sentir mais relaxado e feliz. Cada animal é único e tem necessidades diferentes, por isso, é importante observar o comportamento do seu peludo para entender o que é melhor para ele. Com paciência e dedicação, é possível proporcionar uma vida saudável e prazerosa para o seu melhor amigo.

Conclusão

Cuidar da saúde mental do seu cão é uma responsabilidade importante de todo tutor. Para evitar o estresse em cães, é essencial proporcionar um ambiente tranquilo, rotina regular de exercícios e alimentação, além de brinquedos e jogos que estimulem seus instintos naturais.

O contato com outros animais e pessoas pode ser positivo ou negativo, por isso é importante ficar atento às interações do seu cão. Lembre-se, o amor e carinho são fundamentais para manter seu amigo feliz e saudável.

E não se esqueça de agendar visitas regulares ao veterinário!

By Prof.ª Dr.ª Kelly Cristine de Sousa Pontes

Pós-doutora em Medicina, na área de Oftalmologia e Oncologia, pela Leiden University – Holanda e Doutora em Cirúrgicas e Anestésicas Aplicadas aos Animais, pela Universidade Federal de Viçosa

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *