cachorro correndocachorro correndo

4 sinais claros de que seu cachorro precisa passear mais

Ter um cachorro é sinônimo de amor, alegria e diversão.

No entanto, para garantir a saúde e o bem-estar do nosso melhor amigo, é fundamental levá-lo para passear.

Afinal, assim como a gente, os cachorros precisam gastar energia e se divertir.

Nesse artigo, vamos falar sobre a importância dos passeios para o seu pet e os sinais claros de que ele precisa passear mais.

São dicas valiosas para você entender melhor o seu cãozinho, cuidar dele com ainda mais carinho e aumentar a qualidade de vida dele.

Então, venha com a gente e confira já essas informações preciosas!

cachorro seguindo o dono
cachorro seguindo o dono

Por que passear o cachorro é importante?

Passear com seu cachorro é mais do que um simples passeio. É uma necessidade básica de saúde, tanto física quanto mental. Mesmo assim, muitos tutores não levam seus cachorros para passear com a frequência necessária, principalmente quando o dia a dia é corrido. No entanto, quando realizados adequadamente, os passeios podem trazer diversos benefícios ao bem-estar do seu animal de estimação.

Benefícios físicos

Os cães são animais enérgicos e precisam gastar a energia acumulada dentro de casa. Quando passeiam, eles realizam atividade física, o que reduz o risco de obesidade, problemas cardíacos, artrite e outras doenças associadas ao sedentarismo. Além disso, passear fortalece o sistema imunológico, melhora a circulação e até mesmo previne a constipação.

Benefícios mentais

Os passeios não beneficiam apenas a saúde física dos cães. Eles também são muito importantes para a saúde mental dos animais.

Quando os cães passeiam, eles experimentam novas sensações e conhecem novos lugares, pessoas e outros animais. Isso estimula seus sentidos e aumenta sua confiança, tornando-os mais seguros e equilibrados emocionalmente. Além disso, os passeios ajudam a combater o tédio, reduzem o estresse e a ansiedade, e podem até mesmo prevenir distúrbios comportamentais.

Sinais que seu cachorro precisa passear mais

Se você tem um cachorro em casa, sabe que eles são seres cheios de energia e que precisam gastar essa energia de alguma forma. Caso contrário, podem se tornar destrutivos, ansiosos e estressados. E uma das melhores formas de ajudar seu cachorro a gastar essa energia é através dos passeios.

O passeio não traz apenas benefícios físicos, mas também mentais para o seu pet. Nesse artigo, vamos te mostrar 4 sinais claros de que seu cachorro precisa passear mais.

Destruição e ansiedade

Você já chegou em casa e percebeu que seu cachorro destruiu tudo que viu pela frente? Isso pode ser um sinal de que ele precisa passear mais. Quando um cachorro fica muito tempo sem passear, acumula energia e pode se tornar destrutivo.

cachorro comendo
cachorro comendo

Além disso, a ansiedade também pode ser um problema se o cachorro não gasta a energia que tem. Passeios adequados, longos o suficiente e com estímulos olfativos podem ajudar seu pet a estar mais equilibrado mentalmente.

Puxar a guia

Quando o cachorro puxa a guia durante os passeios, muitos tutores acreditam que ele está apenas “ansioso para caminhar bastante”.

No entanto, isso é um sinal claro de que ele precisa passear mais. Quando um cachorro puxa a guia, ele está ansioso e até estressado com a situação. Ele sente que está no poder e que esse é o momento para ele caminhar e conhecer o máximo de coisas possíveis. Quanto menos um cachorro passeia, mais ele pode puxar a guia.

Já quando ele passeia sempre, aquilo se torna rotina e ele sabe que é você quem está guiando e sabe que amanhã vai ter de novo. Se o seu cachorro não tem o hábito de passear muito, experimente começar a fazer uma rotina maior de passeios. Experimente passeios mais longos e mais vezes na semana.

Falta de socialização

Outro sinal de que seu cachorro precisa passear mais, é quando ele se sente desconfortável com outros cachorros e outras pessoas. Os cães precisam socializar e conhecer outros seres vivos que não apenas eles mesmos e o seu tutor.

É importantíssimo para a saúde mental deles, que eles interajam com outros cães e saibam se comportar com pessoas estranhas. Um cão que não está passeando o suficiente, pode ficar enfurecido quando vê outras pessoas e terriers.

Obesidade

E por fim, mais um sinal de que seu cachorro precisa de mais passeios e exercícios em geral, é o fato de ele estar obeso. Cães obesos é um reflexo do sedentarismo e também da má alimentação fornecida pelos tutores. Portanto, praticar exercícios (como as caminhadas) é muito importante para evitar esse problema. A obesidade canina pode levar a quadros de diabetes canina e outros problemas graves.

Como resolver?

Se você identificou algum desses sinais no seu pet, é hora de começar a pensar em uma solução para o problema. A primeira coisa que você deve fazer é aumentar a rotina de passeios do seu cachorro. Experimente passeios mais longos e mais vezes na semana.

Além disso, é importante que ele socialize com outros cães e pessoas. Leve-o a lugares onde outros cachorros costumam ir e aja de forma calma, para que ele aprenda que estar perto de outros cães e pessoas não é algo ruim. Por fim, se o seu cachorro estiver obeso, é importante que você mude a alimentação dele e ajude-o a praticar exercícios diários.

cachorro na praia de santos
cachorro na praia de santos

Se o seu cachorro está destruindo tudo, puxando a guia, sendo agressivo com outros seres vivos ou está obeso, é hora de se preocupar com a quantidade de passeios que ele faz por semana. Além de ajudar seu cão a gastar energia, passear é fundamental para a saúde mental dele. Portanto, não deixe de dar a atenção necessária para o bem-estar do seu melhor amigo.

Muitos tutores acreditam que quando o cachorro puxa a guia durante o passeio, ele está apenas animado para caminhar bastante. Porém, não é bem assim. Esse comportamento pode ser um sinal claro de que o cão está ansioso e estressado com a situação, sentindo que está no comando da caminhada. Quando um cachorro puxa a guia, é porque sente que pode acabar a qualquer momento e quer aproveitar cada segundo.

Mas quando um cachorro passeia regularmente, isso se torna uma rotina e ele sabe que amanhã também terá passeio. Isso transmite segurança e tranquilidade para o animal. Por isso, se seu cachorro ainda não tem o hábito de passear muito, experimente fazer uma rotina maior de passeios, com caminhadas mais longas e frequentes. Isso ajudará a gastar a energia dele e deixá-lo mais equilibrado tanto mental quanto fisicamente.

Quando os cães não têm contato com outros seres vivos além de seus tutores, podem se tornar ansiosos e agressivos. Isso significa que o seu cãozinho precisa passear mais para conhecer outros cachorros e se acostumar com outros seres humanos.

O passeio é uma oportunidade para socialização e está entre as atividades mais importantes para manter o equilíbrio emocional dos nossos pets. Se o seu cachorro não está socializando o suficiente, ele pode ficar estressado e irritado quando está em contato com outros seres vivos. Por isso, é fundamental levar o seu cachorro para passear e apresentá-lo a outros animais e pessoas de forma adequada, fazendo com que ele tenha uma vida mais saudável e equilibrada.

Cachorro pulando nas pessoas
Cachorro pulando nas pessoas

Mais um sinal claro de que seu cachorro precisa passear mais é a obesidade. Cães obesos são reflexos do sedentarismo e da má alimentação fornecida pelos tutores. A prática de exercícios, como as caminhadas, é essencial para evitar esse problema.

Além do mais, a obesidade canina pode levar a outras doenças graves, como diabetes. Por isso, é fundamental garantir que seu cão faça uma rotina adequada de passeios para manter sua saúde física e mental em dia. Cuide da alimentação do seu cachorro e faça passeios longos e regulares com ele, garantindo assim o equilíbrio adequado para uma vida saudável.

O que fazer

Embora seja natural que muitos tutores enfrentem desafios na hora de passear com seus cachorros, é possível solucionar a falta de exercícios e socialização.

Abaixo, separamos algumas medidas que podem te ajudar a proporcionar maiores passeios ao seu cãozinho:

Rotina mais longa de passeios: um dos principais motivos que levam os cães a destruir objetos, latir muito ou ficar agitados, é o acúmulo de energia que pode ser resolvido e controlado com passeios mais longos. Quando o cachorro entende a rotina dos passeios, ele passa a se comportar melhor e fica menos ansioso durante o dia.

pessoa cuidando de seus pets
pessoa cuidando de seus pets

Socialização com outras pessoas e cães: a socialização com outras pessoas e cães é fundamental para que o animal cresça e desenvolva os comportamentos adequados. Ao passear com o seu cão, busque por locais onde haja outros animais e pessoas. Pode ser um parque, um pet shop, ou qualquer outro local que tenha maior circulação de pessoas e animais.

Redução da obesidade: mantenha os exercícios em dia e redobre a atenção na alimentação do seu cão. É importante fornecer uma dieta adequada, que contemple todos os nutrientes necessários, e diminuir a quantidade de alimentos oferecidos. Além disso, estimule o seu pet a praticar atividades físicas, como correr e jogar bola.

cachorros andando
cachorros andando

Vale lembrar que todas essas mudanças precisam ser introduzidas gradualmente na rotina do seu cachorro, para que ele se adapte aos poucos e não sofra com o excesso de estímulos. Com paciência e dedicação, é possível transformar a rotina do seu cachorro e proporcionar a ele uma vida muito mais saudável e equilibrada.

Conclusão

Com um estilo de vida agitado, muitos tutores não percebem que seus cães podem não estar se exercitando o suficiente. Essa falta de atividade física e mental pode levar a comportamentos destrutivos e ansiosos, bem como obesidade.

Nosso objetivo é aprender a identificar os sinais de que seu cachorro precisa passear mais e adotar medidas para garantir que eles tenham uma rotina de passeios mais saudável. Com um cachorro feliz e bem ajustado, você pode ter certeza de que terá um amigo leal e feliz ao seu lado.

By Prof.ª Dr.ª Kelly Cristine de Sousa Pontes

Pós-doutora em Medicina, na área de Oftalmologia e Oncologia, pela Leiden University – Holanda e Doutora em Cirúrgicas e Anestésicas Aplicadas aos Animais, pela Universidade Federal de Viçosa

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *