cachorro indo passearcachorro indo passear

Cachorro que não precisa passear: mito ou realidade?

Se você é um tutor de cachorro, já deve ter ouvido falar que existem cachorros que não precisam passear. Mas será que isso é verdade? Neste blog, vamos desvendar esse mito e entender a importância dos passeios para os nossos amigos de quatro patas.

Apesar de muitos tutores acreditarem que seus cachorros não precisam passear, isso pode ser uma visão equivocada.

Os cães são animais que precisam de exercícios físicos e mentais diários para manter a saúde e o bem-estar.

Então, antes de negar a importância dos passeios para o seu pet, vamos analisar as diferenças entre não precisar e não gostar de passear, a origem do mito e os benefícios que os passeios trazem para os cães. Vamos lá!

O que significa cachorro que não precisa passear?

É comum ouvir que certas raças de cachorro não precisam passear, ou que passeios frequentes não são necessários para manter a saúde do animal. Mas será que isso é realmente verdade? Neste artigo, vamos examinar a veracidade desse mito e analisar por que é importante garantir que nossos amigos caninos tenham acesso a atividades físicas e mentais adequadas.

Em primeiro lugar, é importante definir o que queremos dizer com “cachorro que não precisa passear”. Certamente, há muitos cães que não gostam de caminhar ou correr por longos períodos de tempo, e outros podem ter limitações físicas que os impedem de sair muito. No entanto, isso não significa que esses animais não precisem de estímulo físico e mental, mesmo que em menor quantidade do que outras raças.

Diferença entre não precisar e não gostar de passear

É importante diferenciar a falta de vontade de um cachorro em relação a passear do fato de que ele não precisa de passeios regulares. Mesmo que um cachorro não goste de sair de casa, ele ainda precisa receber estímulos para manter seu corpo e mente saudáveis.

Origem do mito

A ideia de que certas raças de cachorro não precisam de passeios deve-se principalmente a duas crenças diferentes. Em primeiro lugar, há a ideia de que os cães não precisam de atividade física regular porque já estão “em casa” e confortáveis. Em segundo lugar, há a ideia de que algumas raças foram criadas para serem cães de colo ou animais de estimação em ambientes fechados.

Como surgiu a necessidade de passear com os cães

No entanto, a ideia de que os cães precisam de passeios regulares é relativamente nova. Até o século XIX, os cães eram mantidos principalmente como animais de trabalho e pastoreio, em vez de animais de estimação. Com o aumento da popularidade dos cães de companhia, tornou-se cada vez mais evidente que esses animais precisavam de estímulos físicos e mentais, bem como de socialização com outros cães.

Benefícios do passeio para os cães

Os cães que recebem passeios regulares tendem a ser mais saudáveis ​​e felizes do que aqueles que passam a maior parte de seus dias dentro de casa. O exercício físico regular ajuda a manter a força muscular, a garantir a perda de peso e a evitar doenças crônicas, como diabetes e doenças cardíacas. Além disso, o contato com outros cães e outras pessoas pode ajudar os cachorros a reduzir a ansiedade e o estresse.

Alternativas para passear com o cachorro

Se você não pode passear com seu cachorro por algum motivo, existem outras maneiras de garantir que ele receba estímulos físicos e mentais adequados. Passeios curtos e frequentes podem ser mais apropriados para cães que não gostam de se exercitar tanto. Brincadeiras dentro de casa, como jogar bola ou esconde-esconde, também podem ajudar a manter o cachorro ativo.

Cuidados ao deixar o cachorro sozinho em casa

No entanto, é importante lembrar-se de que deixar um cachorro sozinho em casa por longos períodos de tempo não é saudável para o animal. Certifique-se de que seu cachorro tenha brinquedos e atividades mentais para fazer enquanto você está fora, e considere contratar um passeador de cães para ajudar a garantir que ele receba passeios e estímulos físicos e mentais adequados.

Em resumo, o mito de que certas raças de cachorro não precisam de passeios regulares é falso. Todos os cães, independentemente da raça ou personalidade, precisam de estímulo físico e mental suficiente para se manterem saudáveis e felizes. Certifique-se de que seu cachorro receba passeios regulares ou outras formas de estímulo adequado, e verifique com seu veterinário se você tiver dúvidas sobre as necessidades específicas do seu animal de estimação.

Problemas de saúde

Não é novidade que os cães precisam de exercício físico e mental para terem uma vida saudável. Infelizmente, muitos donos acreditam no mito de que cachorro que não precisa passear é uma realidade, o que pode trazer diversos problemas de saúde para os animais.

Um dos principais problemas é a obesidade. Quando um cachorro não se exercita o suficiente, seu corpo começa a armazenar gordura em excesso, o que pode levar a diversos problemas de saúde, como diabetes, problemas cardíacos e articulares.

Além disso, a falta de exercício pode causar doenças respiratórias e cardíacas em cães, especialmente em raças pequenas e braquicefálicas, que já possuem esses problemas de forma mais recorrente. Quando o cão não se exercita, seus órgãos funcionam de forma mais lenta e isso pode sobrecarregar o coração e os pulmões.

Outro problema comportamental que pode surgir quando o cão não passeia é a ansiedade. Cães são animais que precisam de estímulos mentais para se sentirem felizes, e quando ficam confinados em casa sem nada para fazer, podem se tornar ansiosos e estressados.

O estresse também é um fator que pode prejudicar o bem-estar do cão. Quando um animal fica estressado, seu sistema imunológico fica comprometido, o que pode favorecer o desenvolvimento de doenças e infecções.

Por fim, a falta de estímulos mentais pode levar a um tédio crônico em cães, o que faz com que eles se tornem destrutivos e comecem a roer móveis e objetos em casa, o que pode ser perigoso para sua saúde.

Portanto, é fundamental que os donos levem seus cães para passear, garantindo a saúde física e mental dos animais. Caso não seja possível, existem alternativas como passeios curtos e frequentes, locais seguros para passear e exercícios dentro de casa. Mas jamais acredite no mito de que cachorro que não precisa passear é uma realidade.

Alternativas para passear com o cachorro

Se você não pode passear com seu cachorro fora de casa, há muitas opções para mantê-lo ativo e saudável!

Passeios curtos e frequentes

Mesmo se você não pode levar seu cachorro para uma grande caminhada, tente fazer alguns passeios curtos ao redor do quarteirão algumas vezes ao dia. Isso lhe dará uma chance de cheirar e explorar, além de ajudá-lo a se manter saudável.

Locais seguros para passear

Se você tem um quintal cercado, deixe o seu cachorro brincar lá. Se não, procure por locais seguros para levá-lo, como parques caninos ou áreas abertas com poucos carros e pessoas. Tenha certeza de que esteja respeitando as restrições da sua cidade em relação ao COVID-19.

Brincadeiras e exercícios dentro de casa

Há muitos jogos e brincadeiras que você pode fazer com o seu cachorro dentro de casa para mantê-lo estimulado e ativo. Busque jogos de busca, jogos de esconde-esconde, jogos com bolinhas ou cordas, e brinquedos interativos.

Cuidados ao deixar o cachorro sozinho em casa

Se você precisa deixar o seu cachorro sozinho durante o dia, certifique-se de deixá-lo com brinquedos para roer e algumas coisas interessantes para explorar. Certifique-se também de que o ambiente é seguro e que ele tenha água fresca disponível. Considere contratar um passeador de cães para levá-lo para um passeio durante o dia.

Lembre-se: cachorros precisam de exercício e estímulo mental para se manterem saudáveis e felizes. Mesmo se você não pode levá-lo para um grande passeio ao ar livre, há muitas opções disponíveis para mantê-lo ativo e entretido!

Considerações finais

Passear com o cachorro não é apenas uma necessidade física, mas também mental e comportamental. Portanto, a ideia de que um cachorro não precisa passear é, na realidade, um mito que pode levar a graves consequências para a saúde e o bem-estar do animal de estimação.

A obesidade, doenças respiratórias e cardíacas, estresse, ansiedade e tédio são apenas algumas das consequências de um estilo de vida sedentário. É importante lembrar que os cães precisam de exercícios e estímulos mentais diariamente.

Se você não tem tempo ou condições para passear com seu cachorro, há opções, como contratar passeadores ou escolher locais seguros para caminhar.

Além disso, brincadeiras e exercícios dentro de casa também são alternativas.

Mas lembre-se de que a supervisão é essencial para garantir a segurança do cachorro. Em resumo, passear com o cachorro é fundamental para a saúde e o bem-estar do animal. Portanto, reserve um tempo para atividades físicas e mentais com seu melhor amigo todos os dias.

By Prof.ª Dr.ª Kelly Cristine de Sousa Pontes

Pós-doutora em Medicina, na área de Oftalmologia e Oncologia, pela Leiden University – Holanda e Doutora em Cirúrgicas e Anestésicas Aplicadas aos Animais, pela Universidade Federal de Viçosa

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *