cachorro sendo acariciadocachorro sendo acariciado

Os seres humanos realmente se importam mais com seus animais de estimação do que com outras pessoas?

Os animais de estimação são considerados como parte da família para muitas pessoas em todo o mundo. E com a crescente obsessão com animais de estimação, surge a pergunta:

Os seres humanos se importam mais com seus animais de estimação do que com outras pessoas? É importante entender a lógica por trás dessa obsessão e examinar se há mérito neste debate.

Nesta postagem, examinaremos cuidadosamente a relação entre indivíduos e seus amigos de quatro patas.

Por que as pessoas são obcecadas por seus animais?

Os animais de estimação desempenham um papel importante na vida das pessoas. Há muitas evidências de que os seres humanos se importam mais com seus animais de estimação do que com outras pessoas. Esse blog discutirá por que as pessoas são obcecadas por seus animais de estimação e se esses animais são tratados com mais cuidado do que as pessoas. Além disso, será abordado os benefícios de ter animais de estimação.

Por que as pessoas são obcecadas por seus animais? Loyalty: Os animais de estimação são conhecidos por sua lealdade incondicional. Eles são capazes de sentir emoções e mostrar amor aos seus proprietários de várias maneiras. Esse amor e lealdade podem ser vistos em cães em particular, que são capazes de proteger seus proprietários, mesmo que isso signifique arriscar suas próprias vidas. Esse tipo de amor e lealdade é raro de ser encontrado em outras pessoas.

Communication: Os animais de estimação não podem falar, mas isso não significa que eles não possam se comunicar com seus proprietários. Eles podem se comunicar por meio de gestos corporais, expressões faciais e até pelo tom de suas vozes. Essa comunicação é simples e sincera, não há subterfúgios ou intenções escondidas. Muitas vezes, é mais fácil se comunicar com animais do que com outras pessoas.

cachorro sendo acariciado
cachorro sendo acariciado

Não há julgamento: Os animais de estimação não fazem julgamentos baseados na raça, orientação sexual, financeira ou social. Eles não se importam com o status social do seu proprietário ou com o que ele faz para ganhar a vida. Eles simplesmente amam e aceitam seus proprietários pelo que eles são. Isso pode ser extremamente reconfortante para as pessoas que se sentem julgadas ou rejeitadas por outras pessoas.

Saúde Mental: Muitas pessoas enfrentam problemas de saúde mental em algum momento de suas vidas. Os animais de estimação podem ser um grande apoio emocional para pessoas que sofrem de depressão, ansiedade ou outros transtornos mentais. A presença de um animal de estimação pode ajudar a aliviar o estresse e diminuir os níveis de ansiedade em algumas pessoas. Além disso, interagir com um animal de estimação pode liberar endorfinas, neurotransmissores que elevam o humor e proporcionar uma sensação de bem-estar.

Papel da mídia social: As mídias sociais têm desempenhado um grande papel na cultura dos animais de estimação. As pessoas compartilham fotos e vídeos dos seus animais de estimação, criam perfis para eles e criam comunidades baseadas em amor pelos animais. Através das mídias sociais, as pessoas podem se conectar com outras que compartilham da mesma paixão pelos animais de estimação e aprender mais sobre como cuidar deles.

Falta de conexão humana: Muitas pessoas sentem uma falta de conexão humana em suas vidas. Elas podem se sentir sozinhas ou isoladas. Os animais de estimação podem ajudar a preencher essa lacuna, fornecendo companhia constante. Eles são capazes de fornecer conforto, carinho e afeição a qualquer hora do dia ou da noite. Isso pode ajudar as pessoas a se sentir menos sozinhas e mais conectadas ao mundo.

Benefícios de ter animais de estimação

Não há dúvida de que ter um animal de estimação pode trazer muitos benefícios para a saúde física e mental das pessoas. Aqui estão alguns dos benefícios mais importantes de ter um amigo animal por perto.

Pode melhorar a saúde mental: Um animal de estimação pode ser um ótimo companheiro e amigo para aqueles que sofrem de problemas de saúde mental, especialmente a depressão e a ansiedade. Estudos têm mostrado que o simples ato de acariciar o pelo de um animal pode ajudar a reduzir a ansiedade e baixar os níveis de estresse. Além disso, ter um animal de estimação pode ajudar as pessoas a se sentirem menos solitárias e isoladas, o que pode ser uma grande ajuda para quem lida com a depressão.

cachorro sendo acariciado
cachorro sendo acariciado

Pode diminuir o risco de doenças cardíacas: Acredita-se que ter um animal de estimação possa ajudar a diminuir o risco de doenças cardíacas. Estudos mostram que aqueles que têm animais de estimação têm uma pressão arterial mais baixa e são menos propensos a ter níveis elevados de colesterol. Além disso, ter um animal de estimação pode ajudar a reduzir o risco de ataques cardíacos, especialmente em pessoas que vivem sozinhas.

Pode ajudar a baixar a pressão arterial: Como mencionado anteriormente, ter um animal de estimação pode ajudar a baixar a pressão arterial. O simples ato de acariciar ou jogar com um animal de estimação pode ajudar a reduzir os níveis de estresse e ansiedade, o que pode levar a uma pressão arterial mais baixa e uma melhor saúde geral.

Podem ajudar na perda de peso: Ter um animal de estimação pode ajudar as pessoas a serem mais ativas e a se exercitarem mais, o que pode levar a uma perda de peso saudável. Passear com o cachorro ou jogar com o gato pode ser uma maneira divertida de se exercitar e manter-se ativo todos os dias.

Podem ser treinados para detectar doenças: Não é segredo que os animais têm sentidos incríveis e podem ser treinados para detectar doenças, como o câncer, através do cheiro. Sabemos que os cães podem farejar o câncer de próstata e de mama, por exemplo. Alguns cães foram treinados para alertar os seus donos diabéticos quando seus níveis de açúcar no sangue estão baixos.

Reduzir o estresse: Ter um animal de estimação pode ajudar a reduzir os níveis de estresse e ansiedade, o que pode levar a uma melhor saúde geral. O simples ato de acariciar um animal de estimação pode ajudar a reduzir os níveis de cortisol, o hormônio do estresse, no corpo.

cachorro sendo acariciado
cachorro sendo acariciado

Os animais de estimação tratados com mais cuidado do que as pessoas?

Os animais de estimação são frequentemente tratados com mais cuidado e atenção do que as pessoas e isso levanta a questão: por que os seres humanos valorizam tanto seus animais de estimação?

Uma razão para isso pode ser que muitas pessoas acham mais fácil se relacionar com animais do que com outras pessoas. Diferente dos seres humanos, os animais não julgam, não rejeitam e não fazem perguntas difíceis. Eles só querem amor e atenção em troca. Além disso, muitas vezes os animais são mais leais do que as pessoas e essa lealdade é muito valorizada pelos seus donos.

Outra razão é porque os animais de estimação podem desempenhar um papel significativo na melhoria da saúde mental dos seres humanos. Eles podem ajudar seus donos a lidar com o estresse e a ansiedade, além de fornecer um senso de propósito. Há também benefícios físicos em ter um animal de estimação. Estudos mostram que ter um animal de estimação pode ajudar a diminuir o risco de doenças cardíacas, diminuir a pressão arterial e até mesmo ajudar na perda de peso. Além disso, os animais de estimação podem ser treinados para detectar doenças, como convulsões, e alertar seus donos com antecedência.

Embora os animais de estimação sejam tratados com muito cuidado, isso não significa que as pessoas valorizem menos outras pessoas. Apenas significa que os animais de estimação desempenham um papel importante nas vidas de seus donos. Em muitas culturas, os animais são valorizados como membros da família e tratados com respeito e amor. Em alguns casos, pode até parecer que os animais são tratados com mais cuidado do que as pessoas, mas isso pode depender da cultura em que a pessoa vive. Em algumas culturas, os animais são tratados com grande amor e respeito, enquanto em outras culturas, os animais são mais valorizados como ferramentas de trabalho e não como membros da família.

Em conclusão, enquanto os animais de estimação são frequentemente tratados com um cuidado muito especial, isso não significa que os seres humanos valorizem menos outras pessoas. O amor e a lealdade incondicionais que os animais de estimação trazem para a vida de seus donos são insubstituíveis.

Conclusão

Após analisar diversas situações, podemos concluir que nossos animais de estimação são definitivamente importantes para nós, humanos. Embora possa parecer que algumas pessoas amam seus animais mais do que amam outras pessoas, isso não significa que os seres humanos valorizem menos as relações humanas.

Os animais de estimação oferecem amor incondicional e muitas vezes preenchem um vazio emocional em nossas vidas. Eles também podem ser uma grande fonte de apoio emocional, especialmente para pessoas que sofrem de transtornos de saúde mental. Além disso, os animais de estimação oferecem uma sensação de propósito e responsabilidade, o que pode ser benéfico para pessoas que lutam com a solidão ou desmotivação.

Também é importante reconhecer que há diferentes culturas em todo o mundo que têm visões muito diferentes sobre a criação e cuidado de animais. É completamente possível que algumas culturas tratem seus animais melhor do que tratam outras pessoas, mas isso não significa que seja uma atitude universal.

No geral, é seguro dizer que nossos animais de estimação são importantes para nós, mas não devemos subestimar a importância das relações humanas. É preciso haver um equilíbrio adequado entre o amor e cuidado que oferecemos aos nossos animais e o amor e carinho que oferecemos aos nossos companheiros humanos.

By Prof.ª Dr.ª Kelly Cristine de Sousa Pontes

Pós-doutora em Medicina, na área de Oftalmologia e Oncologia, pela Leiden University – Holanda e Doutora em Cirúrgicas e Anestésicas Aplicadas aos Animais, pela Universidade Federal de Viçosa

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *