cachorro correndo atrás de uma bolinha

Por que os cachorros pegam algo com a boca quando estão muito animados?

Os cães são criaturas fascinantes e curiosas. Se você já teve um cachorro, provavelmente já viu seu companheiro canino correndo ao redor da casa segurando um brinquedo, sapato ou objeto aleatório em sua boca. Embora isso possa ser divertido e fofo, muitos tutores de animais de estimação se perguntam por que seus cães exibem esse comportamento.

Nesta postagem de blog, discutiremos por que os cachorros pegam algo com a boca quando estão muito animados e o que isso pode significar para seus animais de estimação.

Por que os cachorros pegam algo com a boca quando estão muito animados?

Os cachorros pegam algo com a boca quando estão muito animados por várias razões relacionadas ao seu comportamento natural e instintivo:

  1. Exploração do Mundo: Os cachorros, assim como os bebês humanos, exploram o mundo colocando objetos na boca. Esta é uma maneira importante para eles aprenderem sobre texturas, sabores e sensações táteis.
  2. Alívio de Estresse: Morder ou segurar algo na boca pode ser uma maneira para os cachorros liberarem o estresse ou a ansiedade. É uma forma de autocalmante, que ajuda a acalmar seus nervos em situações emocionantes.
  3. Instinto de Caça: Morder objetos pode estar relacionado ao instinto de caça dos cachorros. Na natureza, os cachorros e seus ancestrais, como os lobos, precisavam caçar para sobreviver. Agarrar e segurar objetos com a boca é uma parte natural deste comportamento.
  4. Expressão de Felicidade: Em alguns casos, especialmente quando estão brincando, cachorros pegam objetos para mostrar felicidade. É uma forma de expressar emoção, especialmente quando estão brincando com seus tutores ou outros cachorros.
  5. Tédio ou Falta de Estimulação: Quando os cachorros estão entediados ou não recebem estimulação mental suficiente, podem procurar objetos para morder como uma forma de entretenimento.
  6. Hábito Aprendido: Se um cachorro percebe que pegar objetos com a boca resulta em atenção ou interação positiva por parte dos tutores, pode se tornar um hábito aprendido, levando a repetição do comportamento.
  7. Fase de Desenvolvimento: Especialmente em filhotes, o comportamento de pegar objetos com a boca pode ser parte de seu processo de desenvolvimento, ajudando-os a fortalecer os músculos da mandíbula e aprimorar suas habilidades motoras.

É importante notar que, embora seja um comportamento natural, é fundamental fornecer aos cachorros brinquedos adequados para morder e mastigar, a fim de evitar danos aos objetos pessoais e, mais importante, garantir a segurança do cachorro. Se o comportamento de morder objetos se tornar excessivo ou problemático, é aconselhável consultar um veterinário ou um treinador de cães para orientação.

cachorro brincando
cachorro brincando

Comportamentos relacionados

Comportamentos relacionados: Os cães são seres cheios de energia e quando não estão ocupados apresentam comportamentos como mastigar, cavar, perseguir o próprio rabo e latir demais.

Esses comportamentos podem ter diferentes motivos, mas são considerados normais em certa medida.

A mastigação excessiva, por exemplo, pode acontecer quando o cão está estressado ou ansioso, e a mastigação funciona como um alívio para esses sentimentos. Também pode ser uma forma dele explorar o ambiente e descobrir objetos interessantes.

Para lidar com esse comportamento, ofereça brinquedos específicos para mastigar e pratique atividades físicas para diminuir o estresse. Já o ato de perseguir o próprio rabo pode parecer cômico, mas pode indicar problemas emocionais ou de saúde.

Se a perseguição torna-se compulsiva, o ideal é procurar a ajuda de um veterinário para avaliar a situação.

Cavar buracos pode ser divertido para o cão, mas pode ser um problema para quem tem um quintal ou jardim. É importante oferecer alternativas para o cão como escavações específicas ou caixas de areia para que ele possa se divertir sem destruir o jardim.

Por fim, latir excessivamente pode indicar um problema de comunicação, ansiedade, tédio ou até mesmo medo.

O exercício físico e mental é importante para prevenir esse comportamento. Além disso, existem treinamentos específicos que ajudam a controlar os latidos em certas situações.

Compreender esses comportamentos é importante para oferecer as condições ideais para o seu cão. Cada animal é único e, às vezes, comportamentos inadequados podem ser um indicativo de uma necessidade específica que precisa ser suprida.

A melhor maneira de conviver com seu cão é reconhecer suas características e personalidade para oferecer a ele uma vida mais equilibrada e feliz.

Conclusão

Pense em quando você está tão animado que sente que precisa se mover ou fazer algo com as mãos para extravasar essa energia. Bem, para os cães, segurar algo com a boca é sua maneira de lidar com essa sensação.

Esse comportamento natural é fortalecido pela necessidade de atenção e interação, bem como pelo instinto de caça. Para lidar com esse comportamento, é importante oferecer ao seu cachorro brinquedos seguros e interativos e dar atenção suficiente para satisfazer suas necessidades emocionais.

Com compreensão e paciência, você pode ajudar seu cão a canalizar sua energia de uma maneira saudável e divertida.