cachorros latindocachorros latindo

Estudo afirma que é possível entender a linguagem dos cachorros

Comunicar-se com os nossos adoráveis amigos peludos é uma das melhores formas de nutrir o relacionamento humano-animal.

Mas, o que acontece quando eles não conseguem nos compreender ou vice-versa? Isso pode ser uma fonte de tensão e desconexão. Felizmente, estudos recentes mostraram que é possível entender a linguagem dos cães e melhorar a comunicação com eles.

Não é segredo que os cães e outros animais se comunicam conosco de muitas formas diferentes, incluindo posturas corporais, gestos, vocalizações e odores. Porém, ainda há muito o que aprender sobre a complexa linguagem canina. É exatamente por isso que a pesquisa nessa área é tão importante.

Nos últimos anos, muitos especialistas na área de comportamento animal têm estudado a comunicação dos cães e, graças a esta pesquisa, estamos aprendendo a decodificar suas mensagens.

cachorro com seu dono
cachorro com seu dono

Vamos dar uma olhada em alguns dos estudos que têm nos ajudado a entender a linguagem dos cães.

Entendendo a linguagem dos cães

Como mencionado anteriormente, os cães usam várias formas de comunicação. A necessidade de se comunicar com outros cães e humanos está enraizada em sua natureza. Os cães conseguem se comunicar através de posturas corporais, gestos faciais e vocais, além de odores característicos emitidos pelas glândulas do corpo.

Tipos de comunicação canina

A comunicação pode ser dividida em dois tipos básicos: vocalizações e linguagem corporal. As vocalizações incluem latidos, rosnados e grunhidos e podem ser usados para expressar diferentes emoções e necessidades. Já a linguagem corporal dos cães é complexa e pode ser usada para comunicar medo, agressividade, contentamento ou submissão.

Posturas e gestos caninos

Os cães usam uma variedade de posturas e gestos para se comunicar. Por exemplo, um cachorro pode levantar as orelhas para expressar curiosidade, enquanto uma postura arqueada pode indicar agressividade. Outros gestos comuns incluem a posição da cauda, a inclinação da cabeça, o movimento das patas e o contato visual.

Vocalizações caninas

Os cães usam vocalizações para se comunicar com outros cães e humanos. Latidos podem ser usados ​​para alertar outros cães de possíveis perigos, enquanto rosnados são usados ​​para mostrar agressividade. Os grunhidos podem ser usados ​​para expressar emoções como dor ou frustração.

O papel do olfato na comunicação canina

Os cães possuem um sentido olfativo incrivelmente aguçado e usam esse sentido para se comunicar. Por exemplo, eles podem usar o olfato para identificar outros cães, alimentos e objetos. Além disso, eles também podem identificar as emoções dos seus donos baseados nos odores que eles emitem e também reagem a diferentes fragrâncias, como perfumes e colônias.

Embora a comunicação canina possa ser complexa e difícil de entender, o desenvolvimento de uma boa compreensão da linguagem corporal e vocal do seu cachorro pode ajudá-lo a estabelecer um relacionamento mais saudável e feliz.

E agora, com uma compreensão melhor dessa linguagem, é possível se comunicar de maneira mais adequada e satisfatória com os cães, ajudando você a se tornar um melhor companheiro para o seu amigo peludo.

dois cachorros juntos
dois cachorros juntos

Compreendendo o comportamento canino

Comunicando com cães durante os estágios de vida

Compreender o comportamento canino é essencial para garantir uma comunicação adequada com o seu cão. É importante ter em mente que cães passam por diferentes estágios de vida e cada estágio requer uma abordagem diferente quando se trata de comunicação.

Cachorros recém-nascidos se comunicam principalmente por meio da vocalização, como choramingos e latidos. Eles também dependem dos sentidos do cheiro e do toque para se comunicar com seus irmãos e mãe. Como dono, é importante reconhecer quando a vocalização do cachorro é uma forma de comunicação, indicando que ele está com fome, com frio ou com dor.

Depois que os filhotes se tornam mais independentes, eles começam a se comunicar mais através de visuais e gestuais. Os cães adultos normalmente se comunicam por meio da linguagem corporal. Donos que querem melhorar a comunicação com seus cães devem observar e aprender a ler as diferenças nas expressões faciais, postura e comportamento.

Eles devem estar atentos a sinais de fome, sede, vontade de olhar e necessidade de ir ao banheiro. Desenvolvendo uma base sólida de respeito e comunicação com o seu cão, é possível construir uma relação de confiança com ele.

A raça como fator de comportamento canino

Além do estágio de vida, a raça do cão também pode influenciar em seu comportamento e comunicação. Como cães foram criados ao longo dos últimos séculos para diferentes fins, cada raça tem suas próprias características distintas. Por exemplo, um border collie é criado para pastorear ovelhas, enquanto um buldogue é criado para ser um animal de estimação tranquilo.

cachorro junto com seu dono
cachorro junto com seu dono

Para melhorar a comunicação com o seu cão, é importante conhecer as características da raça e entender suas tendências de comportamento. Raças com tendências energéticas, como pastores alemães ou border collies, podem requerer mais atividade física e brincadeiras, enquanto raças mais calmas, como buldogues ou pugs, geralmente requerem menos exercícios.

Compreendendo a agressividade canina

A agressividade canina é um problema de comportamento que pode ser perigoso tanto para os cães quanto para as pessoas. Como a agressividade é uma forma de comunicação para os cães, os donos precisam entender como lidar com esse comportamento. Há várias causas de agressividade canina, incluindo medo, territorialidade e falta de treinamento ou socialização adequados.

Donos precisam reconhecer os sinais de agressividade em seus cães, como rosnados, mordidas ou ataques. Eles também devem trabalhar com um treinador profissional para entender as causas da agressividade e criar um plano para lidar com o problema. Repreender ou punir um cão agressivo pode piorar o comportamento e até colocar pessoas em perigo.

Aplicando as técnicas de comunicação com seu cão

Agora que você já entendeu a linguagem dos cães e como eles se comunicam, é hora de aplicar essas habilidades no seu relacionamento com o seu cão.

Aqui estão algumas dicas para melhorar a comunicação com seu cão:

  • Aprenda a ler a linguagem corporal do seu cão: Preste atenção nas posturas e gestos do seu cão para entender o que ele está sentindo. Uma linguagem corporal relaxada e descontraída indica felicidade e contentamento, enquanto uma postura tensa e encolhida pode indicar medo ou estresse. Fique atento aos sinais que o seu cão está emitindo para saber como ele está se sentindo.
  • Estabeleça uma rotina clara: Cães se sentem mais seguros quando possuem uma rotina clara e previsível. Crie uma rotina consistente para as refeições, exercícios e brincadeiras do seu cão e siga-a com rigor para ajudá-lo a se sentir mais seguro e confiante.
  • Faça treinamentos regulares: O treinamento é uma ótima maneira de se comunicar com o seu cão. Ensine comandos básicos, como “senta”, “fica” e “vem” para que você possa se comunicar melhor com ele. Use recompensas positivas, como brinquedos ou petiscos, para incentivar o comportamento desejado.
  • Dê ao seu cão bastante exercício físico e mental: Cães precisam de exercício físico e mental para se manterem saudáveis e felizes. Brinque com o seu cão, leve-o para passear e explore novos ambientes juntos para mantê-lo estimulado e entretido.
  • Compreenda a fala do seu cão: Embora os cães não possam falar, eles têm muitas maneiras de se comunicar com você. Fique atento aos latidos, gemidos e uivos do seu cão para entender o que ele está tentando transmitir. Por exemplo, um latido rápido e alto pode indicar excitação ou alerta, enquanto um latido prolongado pode indicar medo ou solidão.
cachorros nas olimpiadas
cachorros nas olimpiadas

Treinando seu cão para ser mais compreensível

Seu cão também precisa ser treinado para compreender suas instruções e se comunicar melhor com você. Aqui estão algumas maneiras de treinar seu cão para ser mais compreensível:

  • Ensine comandos básicos: O treinamento é a chave para a comunicação clara com o seu cão. Comece ensinando comandos básicos, como “senta”, “fica” e “vem”. Use uma voz clara e firme e recompense o seu cão com carinho ou petiscos sempre que ele obedecer.
  • Reforce o comportamento positivo: Quando o seu cão se comportar bem, recompense-o com elogios ou petiscos. Isso o incentivará a continuar a se comportar bem e tornará a comunicação entre vocês mais fluída.
  • Use gestos: Os gestos são uma ótima maneira de se comunicar com seu cão, especialmente se ele não entende bem suas palavras. Use gestos simples, como apontar ou balançar a cabeça, para dar instruções ao seu cão.
  • Seja consistente: Certifique-se de ser consistente com seus comandos e expectativas com o seu cão. Isso ajudará a evitar confusão e tornará a comunicação mais clara.
  • Seja paciente: Lembre-se de que o treinamento leva tempo e paciência. Não se irrite se o seu cão não entender algo imediatamente, apenas continue treinando com uma abordagem positiva e consistente.

Compreendendo a fala do seu cão

Embora os cães não possam falar, eles têm muitas maneiras de se comunicar com você. Aqui estão algumas maneiras de compreender a fala do seu cão:

  • Fique atento às vocalizações do seu cão: Cães vocalizam de várias maneiras, dos latidos aos gemidos. Preste atenção na frequência, duração e tom do latido do seu cão para entender a mensagem que ele está tentando transmitir.
  • Observe a linguagem corporal do seu cão: Como mencionado anteriormente, a linguagem corporal do seu cão é uma das maneiras mais importantes de entender sua mensagem. Fique atento às posturas e gestos do seu cão para ter uma ideia de como ele está se sentindo.
  • Entenda os diferentes tipos de latidos: Há muitos tipos diferentes de latidos que os cães emitem. Um latido curto e agudo pode indicar excitação, enquanto um latido grave e prolongado pode indicar medo ou agressão.
  • Preste atenção à respiração do seu cão: A respiração é uma das maneiras principais pelas quais os cães se comunicam. Se o seu cão estiver respirando rápido e superficialmente, ele pode estar sentindo medo ou ansiedade.
  • Seja sensível às reações do seu cão: Cada cão é único, e a melhor maneira de compreender a fala do seu cão é estar sempre atento às suas reações. Fique atento às mudanças no comportamento e na linguagem corporal do seu cão para entender melhor sua mensagem.

Seguindo essas dicas, você poderá se comunicar com seu cão de uma maneira mais clara e efetiva. Sempre lembre-se de ter paciência e consistência ao treinar o seu cão, e fique atento aos sinais que ele está emitindo para entender melhor suas necessidades e desejos.

cachorro e seu dono
cachorro e seu dono

Conclusão

Compreender a linguagem canina é fundamental para garantir a comunicação e o bem-estar do seu cão. Saber interpretar os sinais que o seu cachorro emite pode prevenir situações indesejáveis, além de facilitar a convivência harmoniosa entre vocês.

Durante o texto, abordamos os principais tipos de comunicação canina, como as posturas e gestos, as vocalizações e o papel do olfato.

Além disso, falamos sobre como a compreensão do comportamento do seu cachorro pode contribuir para uma relação de confiança e respeito.

Apresentamos também algumas técnicas para aprimorar a comunicação com o seu pet, como a importância do treinamento e dicas para entender melhor a fala do seu cão.

Em resumo, investir na compreensão da linguagem canina não só é possível, como fundamental para garantir um relacionamento saudável e feliz com o seu cachorro. Afinal, quem não quer ter um verdadeiro melhor amigo de quatro patas?

By Prof.ª Dr.ª Kelly Cristine de Sousa Pontes

Pós-doutora em Medicina, na área de Oftalmologia e Oncologia, pela Leiden University – Holanda e Doutora em Cirúrgicas e Anestésicas Aplicadas aos Animais, pela Universidade Federal de Viçosa

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *